Marido e amante suspeitos de matar esposa são agredidos em Uberaba, MG
   
 
LEAL JUNIOR
 
 
 
 
Postada em: 20/07/2012 às 17:31
Marido e amante suspeitos de matar esposa são agredidos em Uberaba, MG
Caseiro e trabalhador rural foram agredidos dentro de penitenciária.
Um já voltou para a prisão e o outro está estável no hospital.
Fonte: G1
Clique na imagem para Ampliar
Os três trabalhavam em uma fazenda na zona rural da cidade
Foto: Reprodução/TV Integração




O caseiro e o trabalhador rural que foram presos suspeitos de matar uma jovem de 27 anos, que era esposa do caseiro, foram agredidos por outros detentos na Penitenciária Aluizio Ignácio de Oliveira, na noite desta quinta-feira (20).



Os dois estão presos desde quarta-feira (18), depois que o trabalhador rural de 26 anos confessou o crime e disse que contou com a ajuda do marido da vítima, que tem 24 anos.



A jovem estava desaparecida desde o último sábado (14) e o corpo foi encontrado na quarta-feira perto de um riacho no Bairro Ponte Alta, na zona rural da cidade. A Polícia Civil informou que os dois suspeitos eram amantes.



Segundo a Secretária Municipal de Saúde, ambos foram atendidos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro São Benedito.



Durante o atendimento o trabalhador rural perdeu os sentidos e precisou ser entubado. Ele foi transferido para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) onde permanece internado.



Ainda de acordo a Secretaria Municipal de Saúde, os suspeitos do crime deram entrada na unidade por volta das 18h30 desta quinta-feira, escoltados por agentes.



Eles sofreram diversas lesões, mas chegaram ao local conscientes e conversando normalmente. Os suspeitos foram encaminhados para o atendimento de urgência. O caseiro foi liberado e voltou ainda durante à noite para a penitenciária.



Segundo informações da assessoria de imprensa do HC-UFTM, o trabalhador rural estava com diversas lesões e passou por atendimento no setor de urgência onde permanece em observação e o estado de saúde é estável, porém não há previsão de quando receberá alta hospitalar para retornar para a penitenciária.



Sobre o caso, a Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) informou que a Penitenciária Professor Aluizio Ignácio de Oliveira instaurou um procedimento interno para apurar as circunstâncias do ocorrido.



Entenda o caso



A Polícia Civil investigava o desaparecimento da mulher de 28 anos quando descobriu que se tratava de um crime passional. Segundo a polícia, ela foi morta pelo amante do marido, que também teria participação no crime, em uma fazenda no Bairro Ponte Alta, na zona rural.



O corpo dela foi encontrado em um riacho. Na quarta-feira (18), a Polícia Civil prendeu o trabalhador rural, suspeito de ter matado a vítima. Ele confessou o crime em depoimento concedido para a Polícia Civil e disse que a mulher foi morta por enforcamento com a ajuda de marido da vítima.



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 








 
 
Domingo, 20 de Abril de 2014.
noscript
Publicidade
 
DESTAQUE
Data: 10/04/2014
 
Colunistas
Por:
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
Publicidade
 
As mais
LIDAS
 
Últimas
NOTÍCIAS
20/04/2014
18:12
11:04
11:03
11:01
10:58
 
Previsão do
TEMPO
Miracema do Tocantins - TO          Atualizado em: 20/04/2014
Cotação
 
 
 
 
Visitas

Desenvolvido por:
Paulo Sérgio