Leal Junior : E Tenho Dito!

Luz no fim do túnel da política?

Publicado em: 09 de Junho de 2018
Fonte: Portal LJ

Meus Amigos e Minhas Amigas,

 

Se a gente pensar direitinho vamos constatar que a eleição suplementar realizada no Tocantins em seu primeiro turno teve como grande vencedor "ninguém".

 

Se somarmos as abstenções, votos nulos e brancos, chegaremos a um percentual de quase 50%, e em uma eleição que praticamente a metade do eleitorado não apostou em nenhum candidadto podemos considerar alguém vencedor de verdade?

 

Tivemos um primeiro e um segundo colocado, isso sim, mas, vencedor de fato não!

 

Minha gente, os fatores para tal realidade são muitos e a gente sabe quais são, entretanto, na minha opinião um dos mais importantes seria uma luz que começa a surgir no fim do túnel.

 

Sabem qual é?

 

Acho que o eleitor começa a dar os primeiros passos para se educar eleitoralmente, ou seja, começa a se preocupar em analisar melhor os candidatos na hora de votar.

 

As redes sociais que as vezes critico por certos excessos, tem um papel fundamental quando usada com responsabilidade no sentido de esclarecer sobre a vida dos candidadtos.

 

Daí, entendo, que podemos iniciar um processo de depuração na política brasileira.

 

O eleitor vai começar de fato separar o joio do trigo!

 

De que forma Leal?

 

Tirando de circulação aquele político que promete e não cumpre, que não honra compromissos sejam eles quais forem, que pratica o tradicional empurra com a barriga, que não seja sério, responsável, capacitado e não tenha certos atributos necessários para o exercício do cargo.

 

Digo mais, tal realidade não serve apenas para políticos não, serve também para funcionários públicos, refiro-me àqueles que exercem cargos em prefeituras, câmaras municipais, secretarias e por ai vai, que não respeitam o cidadão ou cidadã.

 

Muitos, não tem compromisso com seus deveres, não resolvem o que tem que ser resolvido, preferem desrespeitar as pessoas subestimando a capacidade delas, falando curraleiramente, preferem enrolar, enganar, protelar.

 

Os que agem assim são incompetentes ou não são cobrados pelo comando!

 

O político ou funcionário de qualquer instituição pública tem que saber que não é dono do cargo, está ali de passagem, portanto, deve cumprir sua obrigação com responsabilidade.

 

Pois bem, penso que a descrença da população na hora de votar vais continuar se repetindo nas próximas eleições. Um amigo meu entende que não; acha que com a participação de candidatos a deputado, senador e mais a governo, naturalmente, o quadro se moodifica,pois, eles buscarão o voto onde quer que ele esteja.

 

Mas como isso pode ocorrer se para governo onde o número de candidatos era menor foi do jeito que foi, imagine aumentando o número de desacreditados, aí é que o povo não vai se manifestar, penso eu.

 

Encerro esperançoso de que realmente estejamos iniciando um processo revolucionário na maneira de pensar, agir, e sobretudo escolher ao praticarmos o dever sagrado de definir nossos governantes.

 

Essa é a minha Opinião!!!

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.