João de Deus participa de audiência no fórum de Abadiânia

Ele está preso no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia e é réu por abusos sexuais. O investigado sempre negou os crimes.

Publicado em: 02 de Julho de 2019
Foto Por: Reprodução/ TV Anhanguera
Autor: Liliane Bueno, Vanessa Martins e Vitor Santana, TV Anhanguera e G1 GO
Fonte: g1
João de Deus

Réu por abusos sexuais, João de Deus saiu do Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia para participar de uma audiência agendada para a manhã desta terça-feira (2) no Fórum de Abadiânia, segundo o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO). O investigado sempre negou os abusos e está preso desde dezembro de 2018.

O promotor Augusto César Souza informou que este será o primeiro depoimento de João de Deus à Justiça.

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que o preso saiu para participar de uma audiência. No entanto, não informou se ele está escoltado ou não e nem a que horas ele saiu do presídio.

Advogado do preso, Alberto Toron informou que acompanha o cliente nesta manhã em audiência referente a dois processos diferentes. No entanto, não foram informados quais são esses processos.

O TJ disse que, além do réu, outras pessoas estão agendadas para serem ouvidas. O órgão não informou a quais processos a audiência se refere.

João de Deus já foi denunciado dez vezes. Ele é réu em nove casos, que foram aceitos pela Justiça:

Cinco por crimes sexuais: dessas, duas já tiveram audiência realizada e outras duas estão com audiência marcada;

Uma por crimes sexuais, corrupção de testemunha e coação: ainda não teve audiência;

Uma por crimes sexuais e falsidade ideológica: atualmente está em fase de citação (comunicação ao réu);

Duas por posse ilegal de armas de fogo e munição: uma já teve audiência realizada, e o TJ não deu detalhes sobre o outro caso.

Apoiadores

Imagens mostram que várias pessoas vestindo roupas brancas e carregando cartazes ficam na porta do Fórum. Eles levam mensagens de agradecimento a João de Deus e declarações à Casa Dom Inácio de Loyola, onde ele fazia os atendimentos espirituais.

Em uma das faixas, os apoiadores escreveram: "Não deixe que as pedras em seu caminho te afastem da sua missão".

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.