Eleições 2018. Foi dada a largada!!!

Publicado em: 30 de Novembro de 2017

 

Meus Amigos e Minhas Amigas,

A eleição de 2018 já faz parte do cardápio nas "rodinhas" em todo o Estado do Tocantins.

É sempre assim, afinal, no Brasil respiramos política até porque eleição é o que não falta, mal acaba uma estamos falando da outra.

É verdade!

Pois bem, os nomes de possíveis candidatos ao governo estadual estão sendo colocados sobre a mesa.

Marcelo, Athaídes, Amastha, Paulo Mourão, Kátia, Márlon Reis e por último Ronaldo Dimas.

Ufa!!!

Tem nome para todos os gostos. É tanta gente que o indeciso pode colocar esses nomes em papelzinhos jogar para cima e o que aparar poderá ser o escolhido.

O grande problema é que segundo os estudiosos, cientistas políticos, ninguém sabe qual vai ser o comportamento do eleitor.

Vai votar nos políticos tradicionais, os que hoje mais sofrem com as críticas da população, vai preferir os "novos" aqueles que nunca se enveredaram pelos caminhos da política, ou vai votar em branco, anular o voto, ou radicalizar preferindo pagar a multa eleitoral não votando?

A propósito, estamos com uma enquete aqui no Portal LJ perguntando ao eleitor se ele vai ou não votar ano que vem.

Daí...

Saber qual vai ser o comportamento, só depois de abertas as urnas. Pelo menos é a tendência até o momento, mas, política é como a nuvem muda toda hora, dizia a velha raposa Magalhães Pinto, tradicional político mineiro.

Em Miracema, por exemplo, a população na última eleição preferiu o "novo" a políticos mais experimentados e com mais rodagem, se vai dar certo ou não só o tempo dirá.

Resumindo, cada eleição é uma eleição, às vezes o que não serviu ontem, servirá amanhã, e o que serviu ontem não servirá amanhã.

De onde se conclui que...

A política é uma incógnita mesmo, quando pensamos que está de um  jeito tá de outro.

Essa é a minha Opinião!!!

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.