'É triste', lamenta professor após ter materiais esportivos furtados em projeto social

O projeto funciona há 15 dias e atende cerca de 50 garotos carentes da região norte da capital tocantinense. O projeto é gratuito. As bolas e os coletes furtados, eram todos doados

Publicado em: 11 de Junho de 2019
Foto Por: Reprodução/ TV Anhanguera
Autor: GloboEsporte.com — Palmas, TO
Fonte: GloboEsporte.com — Palmas, TO
Projeto teve vários materias furtados neste fim de semana

Um projeto esportivo que começou a funcionar há 15 dias, na região norte de Palmas (TO), teve vários objetos furtados neste fim de semana.

 

O professor do projeto “Levantando Vidas com Esporte”, Wescley Ceará, informou que ao chagar ao local na manhã desta segunda-feira (10) percebeu que a porta do local estava arrebentada. No local, levaram 25 bolas, vários coletes, cones e materiais elétricos: "É triste, ver que isso aconteceu".

 

- Eu já falei para colega: “Infelizmente nosso material foi todo furtado”. Quando entramos, confirmamos que levaram tudo, nossos materiais, como também fios de energia, lâmpadas, disjuntor. Na realidade levaram tudo, fizeram uma limpa no espaço todo. Chamamos a Polícia Militar, a polícia veio e fez a ocorrência. Infelizmente levaram todos os nossos materiais.

 

O projeto funciona há 15 dias e atende cerca de 50 garotos carentes da região norte da capital tocantinense. O projeto é gratuito. As bolas e os coletes furtados eram todos doados.

 

- É triste, ver que isso aconteceu. É um projeto que nós lutamos muito, foi uma luta gigantesca para gente chegar até aqui. Não é fácil você trabalhar com projeto social, porque as pessoas não acreditam.

 

Por volta das 15h30 desta segunda-feira, o Wscley Ceará, informou para a reportagem que 13 bolas, das 25 furtadas, foram devolvidas por dois adolescentes. Segundo Ceará, os garotos informaram que a porta estava aberta, e então, entraram e pegaram as bolas. De acordo com o professor, os adolescentes disseram que estavam apenas com as bolas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.