Goleiro criticado em rebaixamento ganha chance no Vasco e apoio de tcnico

Publicado em: 07 de Abril de 2016
Foto Por: Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco
Fonte: Uol
Diogo Silva, atualmente, o terceiro goleiro do Vasco. Est atrs de Martn Silva e Jordi

Um recomeço. Criticado junto com os demais goleiros na campanha do Campeonato Brasileiro de 2013, que culminou no segundo rebaixamento do clube, Diogo Silva tem recebido uma nova oportunidade no Vasco e ganhou o apoio do técnico Jorginho.

O arqueiro, que chegou a treinar separado do grupo após retornar de empréstimo do XV de Piracicaba, atualmente é a terceira opção, atrás de Jordi e do titular Martín Silva. Com a recente convocação do uruguaio para as Eliminatórias para a Copa do Mundo, ele chegou a ficar no banco de reservas no clássico com o Botafogo pela Taça Guanabara.

"O Diogo Silva é um grande goleiro. Sei que ele passou por algumas situações aqui (Vasco) no passado, mas está trabalhando duro e tenho certeza que, quando precisar ser acionado, irá nos ajudar", disse Jorginho em coletiva após o duelo com o Alvinegro.

Em 2013, Diogo Silva (24 jogos), Michel Alves (12 jogos) e Alessandro (24 jogos) se revezaram no gol vascaíno, mas nenhum conseguiu se firmar. Durante a campanha do Brasileirão, o trio apresentou algumas falhas e muitos apontaram a situação como um dos fatores que pesaram para a queda.

Por conta das críticas, os goleiros conviveram com um inferno-astral após a fatídica temporada. Diogo e Michel Alves treinaram durante um longo tempo em horários alternativos. Silva conseguiu ainda o empréstimo para o XV de Piracicaba, já Alves amargou dois anos de desemprego até acertar, neste ano, com o Botafogo (PB).

Alessandro foi emprestado ao Náutico, não conseguiu se firmar, retornou e nesta temporada foi contratado pelo Aimoré (RS).

O Vasco ainda conta no atual elenco com o jovem Gabriel Félix, recém-promovido ao profissional.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.