Grêmio encerra primeiro turno em alta e afina encaixe do time com resultados no Brasileiro

Tricolor não perde há cinco jogos e se aproxima do G-6 com duas vitórias consecutivas sobre Cruzeiro e Goiás

Publicado em: 16 de Setembro de 2019
Foto Por: Lucas Uebel/Grêmio
Autor: Eduardo Moura — Porto Alegre
Fonte: Globo Esporte
Jogadores do Grêmio comemoram vitória sobre o Goiás

Se a caminhada do Grêmio no Campeonato Brasileiro não é exatamente como a esperada, as últimas rodadas mostram uma luz ao final do primeiro turno. Quando o Tricolor foca no Brasileirão, consegue resultados. Como a vitória por 3 a 0 sobre o Goiás, na tarde deste domingo, na Arena. Os titulares construíram o resultado no primeiro tempo e sobem na tabela enquanto afinam o time para a Libertadores.

 

Renato vê 1º tempo primoroso: "Aula de futebol"

As duas vitórias fazem o Grêmio terminar o primeiro turno em alta. São cinco partidas sem derrota – com três vitórias e dois empates – e três posições ganhas. A equipe aproximou-se do G-6, primeiro degrau no objetivo de estar na Libertadores do ano que vem, com 28 pontos. A equipe está a três do Bahia, o sétimo, e a quatro de Corinthians e São Paulo, quinto e sexto respectivamente.

 

"O Grêmio fez primeiro tempo primoroso, não gosto de falar muito essa palavra. Foi uma aula de futebol da minha equipe" (Renato Gaúcho).

 

Apesar de algumas baixas, o time de Renato Gaúcho encerra o turno também jogando bem. No domingo, por exemplo, os reservas David Braz e Paulo Miranda formaram a zaga e mantiveram o nível alto, sem sofrer gols. Na lateral, Galhardo, antes terceira opção, também teve bom desempenho. Aliás, o conjunto como um todo funcionou.

 

A ideia é testar o time para a Libertadores e tem sido cumprida com êxito. O jogo contra o Flamengo é só no próximo dia 2, mas deixar o time ajustado acaba por ser o objetivo secundário. Tardelli se tornou titular e a cada jogo melhora o encaixe ofensivo com Alisson e Everton.

 

Jean Pyerre fala sobre golaço: "Mais bonito que já fiz"

– É o que o Renato vem pedindo. Pediu para ter uma intensidade maior para chegar bem na Libertadores. A gente conseguiu controlar e pressionar. A maioria dos jogadores fez uma boa partida. Esse é o ritmo que o Grêmio vem jogando. Espero que a gente possa estar bem nesse nível contra o Flamengo – explica o camisa 9.

 

Nesses jogos, eu falei para o meu grupo: vou testar alguns jogadores. Eu tenho dado oportunidades para todo mundo. Aí, depende do jogador que entre e possa acrescentar algo mais (Renato)

 

A campanha gremista não é exatamente a esperada. Antes da competição iniciar, o Grêmio era tido como um dos candidatos ao título. No entanto, priorizou no período as competições de mata-mata. Após a queda na Copa do Brasil para o Athletico, pôde voltar a escalar titulares e alavancou o rendimento.

 

No entanto, o presidente Romildo Bolzan Júnior já falou mais de uma vez que o problema do Tricolor no Brasileirão não vem por conta dos reservas. Com titulares, o Grêmio deixou de ganhar de Santos e Fluminense (derrotas) e da Chapecoense (empate) dentro da Arena.

 

Agora correndo atrás do prejuízo, o Tricolor tem mais os jogos com Santos, Avaí e Fluminense até o primeiro confronto com o Flamengo, pela semifinal da Libertadores, na Arena. E tem como meta manter o atual momento até lá, pelo menos.

 

O Grêmio fecha o primeiro turno em oitavo, com 28 pontos e tem a semana livre até o duelo com o Santos, no próximo sábado, às 21h, na Vila Belmiro, pela 20ª rodada do Brasileirão. O elenco ganha folga na segunda-feira e volta a treinar na tarde desta terça-feira.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.