IML libera primeiros corpos de vítimas de incêndio no Ninho do Urubu, o CT do Flamengo

Corpo de Pablo Henrique foi o único retirado. Saiu por volta de 1h50; seis vítimas fatais ainda aguardam reconhecimento oficial para serem liberadas

Publicado em: 09 de Fevereiro de 2019
Foto Por: Agência Estado
Autor: Allan Caldas e Marcelo Courrege — Rio de Janeiro
Fonte: Globo Esporte
Samuel Thomas Rosa, lateral - natural de São João de Meriti (RJ) Familiares e amigos realizaram uma oração dentro do Ninho do Urubu hoje pela manhã

O corpo do zagueiro Pablo Henrique, 14 anos, vítima do incêndio no alojamento no Ninho do Urubu, foi retirado do Instituto Médico Legal do Rio por volta de 1h50 (de Brasília) deste sábado. Identificado pelos peritos e reconhecido por familiares, ele foi levado a funerária para ser preparado para o velório e posterior sepultamento.

Pablo Henrique foi reconhecido pelo zagueiro Werley, do Vasco. Ele era primo do jovem que faleceu na tragédia na parte destinada à base no CT do Flamengo. Outros três corpos, após identificação, foram liberados pelo IML, porém, ainda não foram retirados por familiares. São eles: Arthur Vinicius, Victor Isaías e Bernardo Pisetta.

Twitter Ads info and privacy

O IML libera um corpo, após ele ser identificado, ao emitir a certidão de óbito. Só após este procedimento o corpo pode ser retirado do local. No total, seis vítimas ainda não foram identificadas.

As vítimas que faleceram são as seguintes:

Arthur Vinicius, zagueiro - natural de Volta Redonda (RJ)

Athila Paixão, atacante - natural de Lagarto (SE)

Bernardo Pisetta, goleiro - natural de Indaial (SC)

Christian Esmério, goleiro - natural do bairro de Madureira (RJ)

Gedson Santos, atacante - natural de Itararé (SP)

Jorge Eduardo, volante - natural de Além Paraíba (MG)

Pablo Henrique, zagueiro - natural de Oliveira (MG)

Rykelmo de Souza Viana, volante - natural de Limeira (SP)

O trágico incêndio ocorreu no fim da madrugada de sexta-feira. Os bombeiros foram acionados às 5h14, chegaram ao local às 5h38 e controlaram o fogo em pouco menos de uma hora.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.