Leandro Vuaden vê como positivo uso do árbitro de vídeo no futebol nacional

Árbitro atuou no VAR durante a partida entre Bahia e Palmeiras pela Copa do Brasil e deu declarações sobre uso da tecnologia no futebol nacional durante a final da Série D

Publicado em: 09 de Agosto de 2018
Foto Por: Reprodução
Autor: Globo Esporte TO
Fonte: Globo Esporte TO
Leandro Pedro Vuaden falou sobre implantação do árbitro de vídeo no Brasil

Protagonista de um dos primeiros casos de utilização efetiva do árbitro de vídeo no Brasil, Leandro Pedro Vuaden falou pela primeira vez sobre a nova ferramenta que está sendo implementada nesse segundo semestre nas competições do país, começando pela Copa do Brasil. Vuaden afirmou que, por orientação da Comissão Nacional de Arbitragem, poucas informações sobre o VAR brasileiro podem ser repassadas para a imprensa, mas a avaliação desse primeiro contato com a tecnologia tem sido muito positivo.

- A gente tem uma orientação da Comissão Nacional de Arbitragem para não ficar entrando muito nesse assunto porque eles estão produzindo um material mais detalhado que posteriormente vai ser apresentado inclusive a vocês da imprensa. Mas o que eu posso dizer é que essa tendência veio para ficar no futebol de uma forma geral. E na minha avaliação, tudo que vier para tornar o jogo melhor, com marcações mais justas, já que o árbitro está sujeito ao erro, vai nos ajudar muito. Eu tenho certeza que é uma tecnologia que vai melhorar ainda mais o futebol - comentou o árbitro gaúcho antes da partida final da Série D do Campeonato Brasileiro, disputado no último sábado em Campina Grande.

Vuaden foi o comandante do árbitro de vídeo na partida da quinta-feira passada, no confronto entre Bahia e Palmeiras, válido pela fase de quartas de final da Copa do Brasil 2018. Nesse jogo, inclusive, a utilização do VAR foi determinante para reverter uma decisão do árbitro Anderson Daronco em um lance de pênalti para o time paulista. Após rever a jogada pelo vídeo, Daronco retirou o cartão vermelho aplicado no volante Gregore e manteve a marcação da penalidade máxima, que acabou sendo desperdiçada pelo Palmeiras.

Neste fim de semana, ele foi o árbitro principal na partida entre Treze e Ferroviário, que decidiu o título da Série D do Campeonato Brasileiro e acabou com a conquista do time cearense, mesmo com o Galo paraibano tendo conseguido a vitória na partida por 1 a 0. Os dois times, além de Imperatriz do Maranhão e São José do Rio Grande do Sul, garantiram vaga na Série C do Campeonato Brasileiro do próximo ano.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.