Paixo e superao movem competidores

Publicado em: 09 de Abril de 2016
Foto Por: LIA MARA
Fonte: Jornal do Tocantins

 

“Quero envelhecer fazendo Triatlhon”, declarou a bancaria Paula Rozani, que participa pela terceira vez de uma edição do Ironman. Esse ano Palmas recebe uma etapa do Ironman 70.3- South American Championship 2016. Para a prova, que acontece amanhã, Paula intensificou os treinos nos últimos três meses, praticando de duas a três horas por dia.

Ela confessou que sua paixão é o ciclismo, mas que se mantém equilibrada nas três modalidades. “Na verdade, eu aprendi a nadar para fazer triatlhon. Eu não sabia nadar. Meu maior desafio é a natação”, comenta.

Paula se sente feliz por poder realizar a prova em Palmas. “Fazer a prova onde você treina é muito favorável, pois você conhece o local”, comenta. Apesar de conhecer bem o terreno de prova, ela afirma que existe a sensação de “poderia ter me preparado mais”. O objetivo de Paula é a satisfação com o esporte. “Claro que busco melhorar meu tempo nas competições, mas antes disso quero aproveitar bem meu treino”, declara.

Já procuradora do Estado Marilia Rafaela Fregonesi começou a competir por influência de pessoas que já treinavam. Com duas provas de Ironman no currículo, ela explica que a cada prova o competidor adquire confiança em sim mesmo e ao ver os erros se preparar para superar a sim mesmo. Marilia também destina três horas do seu dia, desde janeiro com mais intensidade, aos treinos. “Como minha maior dificuldade é a natação, treinei todos os dias, as demais eu revezei ao longo das semanas”, comenta.

Superação

Já o advogado Romar Veloso, quer somente terminar a prova, já que está tratando uma lesão no joelho. Ele começou a competir em 2014, mas no ano seguinte, em 2015, acabou lesionando o joelho, e deixou de treinar. “Mas quando eu soube o Ironman em Palmas, mesmo com a lesão, eu não podia perder essa oportunidade”, comentou. Ele voltou a treinar e passou a fazer um tratamento mais intensivo. Se o resultado for positivo Veloso quer avançar. “Pretendo apostar na melhora do meu tempo de prova”, comenta, explicando que voltou aos treinos há quatro meses, ocupando duas horas com duas modalidades, pela manhã, e a tarde mais uma hora com outra modalidade.

Provas

Ao todo são 22 países representados por atletas profissionais e amadores. O percurso conta com 1,9 km de natação, 90.1 km de ciclismo e 21.1 km de corrida. A competição começa na Praia da Graciosa com o percurso na água, posteriormente será o percurso, com duas voltas, de ciclismo e finaliza de corrida, com duas voltas. A premiação da competição é de US$ 75.000,00 para atletas profissionais, mais pontos no ranking de Triatlhon. Já para os amadores, serão 35 vagas no Campeonato Mundial Ironman 70.3, que será em Sunshine Coast, em Queensland, Austrália.

Estrutura

Para receber o Ironman a Praia da Graciosa passou por uma reforma e adequação de estrutura. Foram investidos pela Prefeitura de Palmas R$ 329.627,45 para as reformas. Foram construídos 13 quiosques de palha à beira da praia.

A quadra poliesportiva que recebeu pintura do piso, das traves, tabelas de basquete e do alambrado. Também foi realizada uma revitalização na parte elétrica e hidráulica dos banheiros da praia. Os banheiros ganharam um novo revestimento de parede, piso e divisórias de granito, portas em vidro temperado, bancadas de granito, torneiras. Já os novos chuveiros e válvulas de descarga contam com um sistema anti-vandalismo.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.