Paraíso desfaz acordo com técnico e apresenta novo nome para o comando

Diretoria confirma que Léo Neiva, anunciado como treinador do Touro Forte no mês passado, não faz mais parte dos planos. Novo técnico será Wicelmo Rodrigues

Publicado em: 13 de Março de 2018
Foto Por: Divulgação/ Ricanato
Autor: GloboEsporte TO
Fonte: GloboEsporte TO
Wicelmo Rodrigues será o novo comandante do Paraíso

O Campeonato Tocantinense ainda não começou, mas a dança das cadeiras entre os técnicos teve seu início. Isso porque a diretoria do Paraíso confirmou nesta segunda-feira (12) que Léo Neiva, anunciado como treinador no mês passado, não comandará mais o time durante o certame. A missão agora ficará a cargo de Wicelmo Rodrigues, que começa a dar os treinos visando o estadual nesta segunda-feira (12) às 16h, no estádio Pereirão.

De acordo com o diretor de futebol do Touro Forte, Antônio Neto Santana, o acordo previamente fechado com Léo Neiva foi quebrado por conta de "alguns detalhes". O dirigente não quis informar, no entanto, que detalhes foram esses. O GloboEsporte.com tentou contato com Léo Neiva, mas até a publicação desta matéria não conseguiu retorno.

Agora com novo treinador, o ritmo de trabalho começa de fato na equipe de Paraíso do Tocantins. Atualmente, o plantel conta com 12 nomes, porém novos jogadores chegam para reforçar o elenco a partir desta terça-feira (13).

Atletas conhecidos do futebol tocantinense como os atacantes Lourival e Gean Miracema foram confirmados no time. Outro experiente que deve chegar é o zagueiro Alan Kerdek.

Wicelmo Rodrigues assume o Paraíso com a missão de levar o time pelo menos à segunda fase da competição. O último trabalho dele à beira do gramado, como treinador, foi no União de Palmas durante a disputa da Segundona de 2016.

A estreia do Touro Forte está marcada para o dia 31 de março (sábado) às 17h, contra o Gurupi, no Rezendão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.