Reforo do Cruzeiro tem a 1 chance aps trs meses s de treinos

Publicado em: 09 de Abril de 2016
Foto Por: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Fonte: Uol
Bruno Nazrio far a sua estreia pelo Cruzeiro

 


Demorou, mas enfim acontecerá! Bruno Nazário, finalmente, fará a sua primeira partida pelo Cruzeiro, neste domingo, às 16h (de Brasília), diante do Boa Esporte, pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro. Deivid conhece bem as características do meia-atacante, mas ainda não o viu jogando. Esta será a chance de ele mostrar que pode fazer parte dos planos da comissão técnica.

"Ainda não vi o Bruno Nazário em uma partida oficial. Eu vi ele treinar, tem qualidade. Mas uma coisa é treinar, outra é jogar", declarou o ex-centroavante.

"É um jogador que pode jogar tanto na ponta como centralizado. É técnico, muito habilidoso e finaliza muito bem. Ele teve uma passagem muito boa pela Seleção Brasileira de base, Figueirense, depois foi para a Polônia e tem tudo para se destacar. Sempre falo que é no momento certo que vai ter oportunidade, que vai se destacar. Espero que ele possa se divertir, jogar sem responsabilidade e aproveitar esse momento para ir bem", acrescentou.

O jovem de 21 anos tem contrato com o clube até julho de 2017. Nos três primeiros meses do vínculo, entretanto, ele nem sequer apareceu entre os suplentes utilizados pelo comandante. A falta de oportunidades não o desanimou.

"A espera foi longa, mas eu sabia que uma hora a oportunidade ia aparecer. O Cruzeiro tem um elenco muito qualificado, a concorrência é grande, isso é natural em um clube do tamanho do Cruzeiro. Agora é agarrar essa chance, mostrar serviço e dar alegrias à torcida cruzeirense", afirmou Bruno Nazário.

A oportunidade do meia-atacante só acontece devido à opção de Deivid em escalar os reservas diante do time de Varginha. Como o Cruzeiro já assegurou a primeira colocação nesta fase do Campeonato Mineiro, a comissão técnica optou por colocar um time de suplentes.

Para se ter ideia, Bruno Nazário só foi relacionado para um compromisso da equipe em 2016. Ele permaneceu no banco na vitória sobre o Atlético-PR, por 2 a 1, pela terceira rodada da fase de grupos da Primeira Liga. Na ocasião, a comissão técnica optou também por uma escalação alternativa.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.