Rivais pelo Brasileirão, São Paulo e Palmeiras têm sido competitivos também na base; veja histórico

Tricolor, no entanto, aproveita melhor suas joias no time profissional; Verdão, nem tanto

Publicado em: 12 de Julho de 2019
Foto Por: GloboEsporte.com
Autor: Diego Ribeiro e Eduardo Rodrigues — São Paulo
Fonte: Globo esporte
São Paulo e Palmeiras fazem sucesso na base

São Paulo e Palmeiras entrarão em campo no próximo sábado, às 19h, no Morumbi, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. A rivalidade dos clubes, porém, não se restringe somente aos profissionais. Nas categorias de base, o Choque-Rei tem sido cada vez mais competitivo.

O jogo entre São Paulo e Palmeiras terá transmissão ao vivo noPremiere para todo o Brasil com narração de Gustavo Villani e comentários de Mauricio Noriega e Ricardinho. O GloboEsporte.comacompanha em tempo real, com vídeos, e depois do jogo transmite ao vivo as entrevistas coletivas de treinadores e jogadores.

Nos últimos anos, os dois clubes se destacam nas categorias inferiores por empilharem conquistas. No ano passado, por exemplo, o Tricolor encerrou a temporada com 10 títulos. Já o Verdão faturou 23 troféus, um recorde para o clube. A soma leva em consideração do sub-11 ao sub-20.

E em grande parte dessas conquistas, os rivais se encontraram no meio do caminho. No fim de 2018, o Palmeiras levou a melhor no Paulistão sub-17 ao vencer o São Paulo na final por 3 a 1 no jogo de ida e 3 a 0 na volta.

Pela Copa do Brasil sub-20 do mesmo ano, o Tricolor eliminou o Verdão na semifinal (1 a 0 e 1 a 1). O troco alviverde veio na Copa RS: após o 1 a 1 no tempo normal, o Palmeiras levou o título nos pênaltis.

+ Leia mais notícias do São Paulo

Sucesso continua em 2019

Em 2019, as equipes de base seguem brilhando. Pelo Paulistão sub-17, o Palmeiras tem 100% de aproveitamento atuando boa parte dos jogos com um time mesclado de reservas e meninos do Sub-16. São 12 vitórias em 12 jogos, 67 gols marcados e apenas oito sofridos. O artilheiro é Rogério, de 17 anos, atacante que chegou do Jacobina em abril: são oito gols marcados.

O time tem quatro convocados para a Seleção sub-17, que se prepara para o Mundial. Foram chamados Gustavo Garcia (lateral), Gabriel Veron (atacante), Henri e Renan (zagueiros). No dia 15 de maio, o clube foi campeão mundial após vencer o Leganés, da Espanha.

+ Leia mais notícias do Palmeiras

Mas no Campeonato Brasileiro desta categoria, a equipe não conseguiu o mesmo êxito e, nas quartas de final, foi eliminado. Adivinha para quem? São Paulo.

Após um empate em 1 a 1 no primeiro jogo e um 0 a 0 na partida de volta, o Tricolor avançou às semifinais nos pênaltis. Na última terça-feira, a equipe do Morumbi foi eliminada pelo Flamengo.

Assim como o Palmeiras no Paulistão sub-17, o São Paulo também tem uma campanha impressionante, mas no sub-15. Em 12 jogos, são 12 vitórias, 50 gols marcados e só seis sofridos. Kaiky, de 15 anos, é o artilheiro da categoria: o habilidoso atacante fez 15 gols.

Kaiky, inclusive, é figura frequente na seleção brasileira sub-15 e deve jogar o Sul-Americano. No São Paulo, ele é visto como uma das grandes joias. Ythallo, (zagueiro), Rodriguinho (meia) e Leandro (goleiro)também estão na Seleção.

Base no profissional

No caso do Palmeiras, o sucesso na base não é sinônimo de promoção aos profissionais. Com contratações de peso e um elenco forte em todos os setores, os garotos ganham poucas chances no time principal.

Neste ano, apenas dois estão nos profissionais e outros dois apenas treinam com o elenco comandado por Luis Felipe Scolari. Veja abaixo.

Nos profissionais: Victor Luis (lateral-esquerdo), Ivan Angulo (atacante).

Em treinamento: Vitão (zagueiro) e Lucas Esteves (lateral-esquerdo)

Fez parte da pré-temporada: Yan (atacante – emprestado ao Sport)

No São Paulo a história é bem diferente. A grande aposta do Tricolor nos últimos anos vem sendo justamente as categorias de base. Em 2019, o clube chegou a ter 17 atletas da base nos profissionais.

Alguns deles como Lucas Paes, Rodrigo e Brenner foram emprestados após não se firmarem na equipe. Antony e Morato despertam o interesse de clubes europeus. Veja abaixo:

Goleiros: Júnior, Lucas Perri, Lucas Paes (emprestado ao Louletano)

Zagueiros: Lucas Kal, Walce, Morato e Rodrigo (emprestado ao Portimonense)

Volantes: Liziero, Luan e Diego (em fase de transição)

Meias: Hernanes, Igor Gomes e Gabriel Sara (em fase de transição)

Atacantes: Toró, Antony, Helinho e Brenner (emprestado ao Fluminense até o fim do ano)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.