Só dá Flamengo! Esperança contra o Emelec, Gabigol puxa fila de artilheiros rubro-negros no Brasil

Além do camisa 9 de Jorge Jesus, clube tem goleador também nos Brasileirões Sub-17 e Sub-20 entre os homens, e Maria Peck no Sub-18 para mulheres. Marcas não param por aí

Publicado em: 30 de Julho de 2019
Foto Por: GloboEsporte.com
Autor: Cahê Mota — Rio de Janeiro
Fonte: GloboEsporte.com

Gabriel é a referência, mas não é o único. E se o Flamengo precisa de gols para reverter a eliminatória de oitavas de final da Libertadores, diante do Emelec, quarta-feira, no Maracanã, inspiração não falta dentro de casa. Para onde se olha, o Rubro-Negro tem goleadores: base, feminino, profissional. Ao ponto de colecionar as artilharias de Brasileirões em curso no momento.

 

Dono do melhor ataque da Série A, com 25 gols marcados, o Flamengo tem Gabriel como artilheiro, com sete. Com um a menos, Vitor Gabriel, que também está integrado ao profissional, é o dono do posto no Brasileirão Sub-20, liderado pelo Rubro-Negro, enquanto Lázaro foi às redes 11 vezes encabeçando a lista do Sub-17. Como se não bastasse, Maria Peck, de somente 15 anos, é a goleadora máxima do Campeonato Brasileiro Sub-18 para mulheres, comemorando dez vezes em seis jogos na primeira fase.

 

Artilheiros do Flamengo em 2019

Gabigol - 7 gols - Brasileirão

Vitor Gabriel - 6 gols - Brasileirão Sub-20

Lázaro - 11 gols - Brasileirão Sub-17

Maria Peck - 10 gols - Brasileirão Sub-18

Rodrigo Muniz - 8 gols - Copa do Brasil Sub-20*

Bruno Henrique - 8 gols - Carioca*
* Competições já encerradas

 

O retrospecto passa a ser ainda mais impressionante se levarmos em conta que Rodrigo Muniz terminou a Copa do Brasil Sub-20 como artilheiro, oito gols em sete jogos, e Bruno Henrique ficou com o posto no Carioca, também vazando as redes adversárias em oito ocasiões. Ufa! É gol de sobra para um clube que tem sofrido defensivamente e precisar compensar a carência nas ações de ataque.

 

Ícone deste grupo de artilheiros, Gabigol atingiu na vitória sobre o Botafogo uma marca expressiva. Pela quarta vez em sete anos de carreira, superou a marca de 20 gols (conquista que chama ainda mais a atenção se considerado que os anos de 2016 e 2017 foram de raras oportunidades na Europa). Com visão europeia, Jorge Jesus celebrou a boa fase de seu principal atacante e lembrou que reconhece seu valor não é de hoje.

 

- Não é por acaso que o convidei a ir para o Sporting. Ele optou pelo Benfica e foi ruim para ele, que não jogou (risos). Comigo ia jogar sempre. É um jogador de muito potencial, que acredita muito nele.

 

O sucesso de Gabigol serve de inspiração para os jovens. Artilheiro do Sub-20, Vitor Gabriel se divide entre a base e o profissional, e muito provavelmente terá oportunidade no jogo de domingo, contra o Bahia, na Fonte Nova. Com o titular suspenso pelo terceiro amarelo e Lincoln lesionado, o jovem de 19 anos surge como opção para função.

 

- Quando entro em campo com a camisa do Flamengo dou meu máximo para ajudar meus companheiros e retribuir a confiança do clube. Fico muito feliz que os gols estejam saindo. Atacante precisa estar marcando sempre, mas mais feliz ainda pela nossa boa campanha no Brasileiro Sub-20. Estou sempre trabalhando muito forte, procurando me aprimorar. A experiência que tive no profissional contribuiu muito. Estou sempre à disposição para ajudar o Flamengo - disse o atacante, que foi descoberto no Nova Iguaçu e soma dez gols em 14 jogos no ano.

 

Caçula entre os homens, Lázaro é quem tem mais gols em Brasileirão (11) e fala da importância de ter referências nas categorias acima:

 

- Estou muito feliz pelo momento que estou vivendo. Tenho que continuar trabalhando, manter o foco e a pegada para alcançar grandes coisas. Gosto muito do Gabigol, do Vitor Gabriel e do Muniz pelo estilo deles. São goleadores, a bola vem e eles fazem o gol mesmo. Tenho que estar acostumado a fazer gol. Quem vive no Flamengo é assim. A torcida cobra e fico feliz.

 

Com gols de sobra em todos os ambientes possíveis, o Flamengo se inspira para dar a volta por cima na Libertadores. Com a derrota por 2 a 0 em Guayaquil, será necessário vencer por três gols de diferença para avançar diretamente às quartas de final. Exemplo não falta para ser seguido na quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.