Talento no basquete, Ricardo Papa segue o sonho em fazer parte da liga NBB

O atleta começou sua paixão participando de um projeto em Palmas. Hoje ele é jogador pelo Limeira, time paulista na categoria Sub-17

Publicado em: 10 de Julho de 2019
Foto Por: Reprodução/TVAnhanguera
Autor: GloboEsporte.com — Palmas, TO
Fonte: GloboEsporte.com — Palmas, TO
Ricardo, de camisa azul, está em Palmas para visitar a família

O jovem jogador de basquete, Ricardo Papa, veio para Palmas visitar a família, mas não parou seus treinos. O maior sonho do jogador é fazer parte da liga NBB. Hoje, Ricardo joga pelo Limeira, equipe paulista de basquete na categoria Sub-17. Ele contou um pouco da trajetória no esporte e no time que representa.

 

- Tem jogadores de 15, 16, 17 anos com mais de 2 metros de altura e que pulam muito. Tenho sorte de estar entre eles, competindo contra esportistas de alto nível. Espero no mínimo entrar para a NBB, e também torço para que meu condicionamento físico me ajude a alcançar este objetivo.

 

Antes de mudar de estado, ele participava do projeto Arremessa Campeão, que desenvolve treinos para crianças e adolescentes de forma gratuita em Palmas. O treinador Cláudio André, que acompanhou todo o desenvolvimento de Ricardo durante sua evolução, afirma a confiança no atleta.

 

- O Ricardo sempre foi disciplinado e taticamente perfeito em quadra. Cresceu, pegou experiência escutando os professores e hoje esperamos que ele alcance ainda mais vitórias.

 

Luiz Sérgio, pai de Ricardo, é Sensei de Judô e esperava que o jovem focasse na luta. Conforme a paixão do atleta foi crescendo pelo basquete, Luiz começou a apoiar o filho a seguir carreira que sonhava.

 

-Procurei dar todo o apoio para ele. E eu fico feliz em saber que ele está galgando os degraus por sí, se sobressaindo. Tudo é treino, vontade e determinação em todos os esportes, não só no judô, mas também no basquete.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.