Prefeitura de Miracema fecha parceria para realização da 4ª edição do Desafio Miracema Montain Bike

Publicado em: 22 de Março de 2019
Foto Por: Ronys Rocha
Autor: Ascom
Fonte: Ascom

 O prefeito de Miracema, Saulo Milhomem, acompanhado do secretário de Esporte, Juventude e Cultura, Leandro de Oliveira, e da superintendente de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, Maria Lúcia de Souza, recebeu na quarta-feira, 20, em seu gabinete, os representantes da Associação Miracema Pedaladas, entre eles Thaller Rogério de Castro e o capitão Teobaldo Bento Vieira, subcomandante da Polícia Militar e ciclista competidor.

 

Na oportunidade, foi entregue ao prefeito projeto para a realização da 4ª edição do Desafio Miracema Montain Bike, previsto para acontecer no dia 2 de junho.

 

A previsão é que 200 ciclistas das diversas regiões do Estado participem. De acordo com Thaller de Castro, "o Desafio Miracema faz parte do calendário do Campeonato Estadual de Montain Bike da Federação Tocantinense de Ciclistas e, neste ano, recolherá no ato da inscrição 1kg de alimento não perecível".

 

Thaller ressalta ainda que, posteriormente, a quantidade arrecadada será distribuída pela Associação Aliança para um Futuro Melhor (Aliar), parceira do evento.

 

Na programação, estão incluídas a competição de ciclistas locais, crianças e adolescentes. Além da arrecadação de alimentos, que serão distribuídos pela associação Aliar, também serão entregues bicicletas recicladas para crianças da rede pública municipal que atenderem aos critérios de, não possuir bicicleta, ter frequência às aulas e boas notas.

 

O prefeito Saulo Milhomem se colocou à disposição e firmou parceria com a Associação Miracema Pedaladas para a realização do evento, por entender que, além de incentivar a prática do esporte, promove atividades de lazer e fomenta a economia local por meio do turismo.

 

A Associação Miracema Pedaladas informa que o período de inscrição será divulgado em breve. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.