Prefeitura de Miracema promove ações alusivas ao Outubro Rosa

Publicado em: 08 de Outubro de 2019
Foto Por: Ronys Rocha
Autor: Juliana Carneiro
Fonte: Surgiu

A Prefeitura de Miracema, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu nessa segunda-feira, 7, a abertura das ações do Outubro Rosa, que deverão passar por todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), tendo iniciado na UBS Alaídes Nunes do Amaral, localizada no setor universitário.

 

Na ocasião, estiveram presentes o prefeito Saulo Milhomem, a secretária de Assistência Social, Laynnara Milhomem, o secretário de Saúde Raimundo Dias Leal Júnior e demais servidores da pasta e pessoas da comunidade em geral.

 

A campanha tem como objetivo principal alertar as mulheres quanto à importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e do colo do útero.

 

Pensando nisso, a Secretaria de Saúde desenvolverá, durante todo o mês de outubro, ações pontuais como palestras e bate-papos com informações e orientações preventivas sobre o câncer de mama e do colo de útero, incluindo consulta médica e exame Papanicolau.

 

De acordo com a diretora da Atenção Primária, Antonia Ribeiro, todas as unidades de saúde farão horário noturno uma vez na semana para atender às mulheres que trabalham e que precisam cuidar de sua saúde.

 

Confira o cronograma das UBSs para atendimento médico durante a campanha Outubro Rosa e exame Papanicolau:

 

UBS Alaídes: segunda a sexta-feira (manhã e tarde), e toda quinta-feira depois das 18h;

UBS Raimundo Bela: Quarta-feira (tarde) e sexta-feira (manhã), e no dia 15 depois das 18h;

UBS Santos Dumont: segunda-feira (tarde), dia 15 a partir das 18 horas.

UBS Correntinho: Toda quarta-feira (depois das 19h)

UBS Universitário: sexta-feira (manhã), toda sexta após as 18h;

UBS Filomena: quinta-feira (tarde), dia 16 após as 18h;

UBS Brejinho: segunda-feira (manhã).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.