SENAR realiza curso de Trabalhador na Doma Racional de Equídeos e Muares: Rédeas em Miracema

Publicado em: 09 de Julho de 2018
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Portal LJ

O curso Trabalhador na Doma Racional de Equídeos e Muares: Rédeas, foi finalizado esse final de semana no município de Miracema, no Parque de Exposição Agropecuário da cidade.

 

Participaram da capacitação realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), instituição coordenada pelo presidente do Sistema FAET/SENAR, Paulo Carneiro.

 

A capacitação é resultado de uma solicitação feita ao SENAR pelo presidente do Sindicato Rural de Miracema, Frederico Sodré, e tem como meta atender a demanda dos participantes com informação e assistência técnica qualificada para a gestão das atividades desenvolvidas em seu dia-dia.  

 

A procura pelo curso tem aumentado muito em vários municípios do Tocantins, além da participação masculina, o curso tem despertado interesse também pela classe feminina, como é o caso da aluna Camila Guimarães Pavese, que participou do treinamento, e deu um show durante todas as aulas.
 

“Estou encantada com o curso, a realização desse treinamento vai me proporcionar mais profissionalismo não só para mim como para todos que trabalham nesse ramo, adequando também conforto aos animais, que na maioria das vezes são maltratados por falta de conhecimento do domador. "Nós fomos atrás dessa capacitação e estamos muito satisfeitos com o empenho do SENAR”. Isso vai fortalecer nossa mão de obra e dar mais seriedade ao nosso trabalho, ” concluiu a estudante.

 

Durante as aulas, os praticantes aprendem as técnicas da doma correta dos animais.

 

Entre o conteúdo programado estão as características do cavalo; diferenças e habilidades entre doma racional e tradicional, além do manejo da higienização, escolha dos arreios e montaria. 

 
Assessoria de Comunicação FAET/SENAR do Tocantins

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.