Vereadores discutem doação de terrenos com empresários

Publicado em: 29 de Maio de 2019
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Ascom

Na manhã desta sexta-feira, 24 de maio, os vereadores do Município de Miracema do Tocantins, empresários e Diretoria da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Miracema – ACIAM, reuniram-se na Sede desta Entidade para discutirem a doação de um terreno do município para a construção de um Hipermercado. Participaram da reunião o Presidente da ACIAM, Pedro Quixabeira da Silva, o Vice-Presidente Welligton Costa, o Tesoureiro Francisco Andrade, o Jurídico Drº Domingos Paes, Conselheira Fiscal Edivan Parente e Wênio Guimarães, quadro composto pela Diretoria da ACIAM. Os vereadores presentes na reunião foram Edilson Tavares, Presidente da Câmara, Natan Fontes, Nasci da Ótica e Núbio Gomes.

 

Representando a classe consumidora, Ana Lúcia Barros, também sócia da ACIAM. Participaram ainda da reunião o Professor e Secretário do Meio Ambiente, Genes Francelino e a Superintendente Lúcia.

 

A doação do terreno constitui ação de grande importância para o Município, o qual visa promover o giro do capital na cidade e, ainda, a promoção de geração de emprego e renda.

 

Questão social que se encontra em grande massa em nossa cidade. A ACIAM é uma instituição que tem como objetivo fomentar o desenvolvimento empresarial, buscando ações que promovam melhores condições de gerar economia e fortalecer os laços entre o privado e o público.

 

Nesta perspectiva, o Presidente Pedro Quixabeira ressaltou que a evasão da circulação do capital existe há muito tempo, sendo grande parte da população compradores em outros municípios, especialmente, na Capital Palmas/TO, a aproximadamente 80 km de Miracema.

 

Desta forma, o presidente posicionou-se a favor da doação do terreno para a criação do Hipermercado, porém, seguindo todos os transmites legais e judiciais para a segurança e retorno ao Município, caso a obra não seja realizada.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.