Incêndio florestal da Califórnia ruma para cidades turísticas litorâneas

Publicado em: 11 de Dezembro de 2017
Foto Por: Mark Ralston / AFP
Fonte: Bem Estar
Bombeiros se afastam de casa que pegava fogo em Carpinteria, na Califórnia (EUA), no domingo (10) , após descobrir corrente de energia ativa que passava pelo local

 

O enorme incêndio florestal que arde na Califórnia e que já destruiu quase 800 estruturas devastou outros 138 mil hectares no domingo (10). Esse já é o 5º maior incêndio da história registrada do estado norte-americano e agora avança na direção das cidades turísticas litorâneas.

Mas ao anoitecer o corpo de bombeiros disse que, como os ventos quentes e secos da região de Santa Ana não estão tão fortes quanto se esperava, suas equipes conseguiram criar algumas linhas de contenção entre as chamas e as cidades de Montecito e Carpinteria.

"Este é um incêndio ameaçador, com certeza, mas temos muitas pessoas trabalhando com muita diligência para controlá-lo", disse o xerife do condado de Santa Barbara, Bill Brown, em uma coletiva de imprensa na noite de domingo.

Mesmo assim, cerca de 5 mil moradores continuam sujeitos a ordens de retirada nas duas comunidades, perto de Santa Barbara e cerca de 160 quilômetros ao nordeste de Los Angeles. Acredita-se que cerca de 15 mil casas estão ameaçadas.

O Incêndio Thomas, o pior dos seis grandes incêndios em curso no sul da Califórnia no último final de semana e já o quinto maior do Estado desde 1932, consumiu 570 mil hectares, mais do que a área da cidade de Nova York. Ele destruiu 790 casas, anexos e outras estruturas e deixou 90 mil residências e negócios sem energia.

A combinação dos ventos de Santa Ana com o terreno irregular das montanhas que atravessam os condados de Santa Barbara e Ventura vem dificultando os esforços dos bombeiros, e autoridades disseram que o Incêndio Thomas só estava 10 por cento contido na noite de domingo – no início do dia a cifra era de 15%.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.