Adolescentes do Centro de Internação Provisória Norte participam de palestra sobre prevenção ao suicídio

A ação compõe o calendário de ações planejadas pela Seciju para o mês de prevenção ao suicídio, Setembro Amarelo.

Publicado em: 27 de Setembro de 2019
Foto Por: Cidadania e Justiça/ Governo do Tocantins 
Autor: Gabriela Santos- Governo do Tocantins
Fonte: Ascom
Adolescentes do Ceip Norte participam de palestra sobre prevenção ao suicídio e valorização da vida

Adolescentes do Centro de Internação Provisória (Ceip Norte), localizado a 345 km de Palmas, no município de Santa Fé do Araguaia, participaram de palestra sobre prevenção ao suicídio e valorização da vida nesta quarta-feira, 25, promovida pela Secretaria do estado de Cidadania e Justiça, através da Superintendência de Administração do Sistema de Promoção dos Direitos da criança e do Adolescente, e da Escola de qualificação e Formação Profissional do Sistema Socioeducativo (Esgepen).  A palestra faz parte do calendário de ações planejadas pela Seciju para o mês de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo.

Participaram da palestra oito socioeducandos residentes no Ceip Norte. A ação foi conduzida pela psicóloga Gilsa Adriano Santana que abordou a temática de prevenção ao suicídio, pontuando formas de identificar os fatores de risco, e como agir diante as situações em risco de autoextermínio, além da realização de uma dinâmica sobre significação do abraço.

Segundo a psicóloga, a ação realizada proporciona um momento de autoanalise aos adolescentes. “Falar sobre suicídio para um jovem privado de liberdade tem dois grandes objetivos, o primeiro é conscientiza-los sobre o valor da vida, o segundo é oferecer uma outra forma de solucionar seus problemas que não seja o suicídio”, explicou a profissional.  

A gerente da Escola de Formação e Qualificação profissional da Seciju, Ruth Andrade, acompanhou a ação e ressaltou a importância desse momento de reflexão proposto aos adolescentes. “Esse tipo de evento possibilita com que os adolescentes enxerguem outros caminhos quando estiverem passando por situações difíceis. Assim, a reflexão proposta é para além da ressocialização, é para o enfrentamento da vida que é importante para todos, é essencial saber como lidar com situações em que apresentam risco a própria vida”, ponderou.

O socioeducando, H. F. S, participou da palestra ministrada e relatou que a ação o ajudou a pensar de forma positiva sobre a valorização da vida. “Foi uma atividade muito importante, conscientiza os adolescentes daqui para que valorizem mais a vida e a liberdade, além de nos orientar a superar os problemas pois tudo é uma fase”, relatou o adolescente. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.