Crianças aproveitam temperatura de 41ºC e aprendem a fazer 'comidinha' usando energia solar

Projeto Amigo Sol ensina crianças a usarem a fonte de energia alternativa para cozinhar abóbora, ovo e até arroz. Alunos de até 5 anos apresentaram ideia numa feira de ciências em Palmas.

Publicado em: 06 de Setembro de 2019
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Alunos aprendem a cozinhar usando energia solar

Abóbora, ovo e até arroz. Imagina cozinhar tudo isso aproveitando a energia solar, que é abundante no Tocantins. Nesta quarta-feira (4), a previsão é que a temperatura em Palmas chegue os 41ºC. Com esse calor, professores do Centro Municipal de Educação Infantil Sonho de Criança, que atende alunos de seis meses a cinco anos, tiveram a ideia de ensinar as crianças sobre essa fonte alternativa de energia, de um jeito criativo e divertido.

A brincadeira de fazer 'comidinha' é uma das preferidas dos alunos. Eles utilizam uma caixa preta. A parte interna é revestida com papel alumínio. É colocado um termômetro para medir a temperatura. Depois é só colocar uma forma e uma panela, também de cor prata, dentro da caixa. E esperar a comida sair quentinha.

"O projeto Amigo Sol surgiu do próprio interesse das crianças. A gente indagava muito em relação ao sol porque nós moramos numa região muito quente. Eles chegavam reclamando que o sol estava muito quente. A partir destes questionamentos, nós fundamos esse projeto e a experiência está sendo um sucesso", explicou o professor Lucas Gomes.

"O calor vai para lá, cozinha o que você quiser. Fica muito [gostoso]", garantiu Ester Vitória, de 5 anos.

A comidinha feita foi aprovada pelos pais e professores. "Acho que dá para adaptar em casa, a gente tem que aproveitar as ideias que estão surgindo e aproveitar o nosso sol de Palmas", disse a professora Tatiane Soares.

A ideia foi apresentada numa feira de ciências criada a partir do projeto Berço de Talentos do centro infantil e busca incentivar desde cedo o interesse das crianças pelo conhecimento científico.

Outra turminha aprendeu a fazer perfume usando água e pétalas de rosas. Os pequenos experimentaram aromas diferentes até colocar em um vidrinho.

Essa é a intenção de um projeto criado no Centro Municipal de Educação Infantil Sonho de Criança. Os alunos colocam a mão na massa e aprendem de uma forma divertida.

Na feira de ciências, a Ana Júlia, com apenas 4 anos, dá uma aula sobre alimentação saudável, faz brigadeiro de mandioca e suco de melancia. "Não tem açúcar, é natural. Eu bebi e é gostoso", diz ela.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.