Governo volta a repassar valores de consignados dos servidores ao Banco do Brasil

Empréstimos estão suspensos pelo banco para os servidores do estado. Banco informou que ainda negocia reabertura dos benefícios.

Publicado em: 14 de Maio de 2019
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Palácio Araguaia informou que voltou a repassar os valores que estavam retidos

O Governo do Tocantins informou nesta segunda-feira (13) que voltou a repassar ao Banco do Brasil os valores dos empréstimos consignados dos servidores públicos estaduais. O dinheiro já foi descontado no contra-cheque dos funcionários, mas deixou de ser repassado ao banco por alguns anos. O impasse levou ao bloqueio deste tipo de benefício aos servidores tocantinenses.

A dívida chegou a passar de R$ 120 milhões, mas foi sendo paga ao longo do último ano. O Governo do Estado disse que está pagando os últimos R$ 28 milhões que continuavam faltando. O Executivo informou que prevê a liberação de novos empréstimos aos servidores em 20 dias.

O Banco do Brasil não confirmou este prazo. Em nota, disse apenas que "negocia com o Governo do Estado a reabertura da linha".

O caso levou a 9ª Promotoria de Justiça de Palmas a entrar com uma ação civil contra os ex-governadores Sandoval Cardoso (SD) e Marcelo Miranda (MDB), além de quatro ex-secretários do governo do Tocantins, por improbidade administrativa.

Conforme o promotor, os valores retidos recebiam outras finalidades dentro do governo. Por causa disso muitos servidores chegaram a ter os nomes negativados.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.