Lama, buracos e mato alto na porta de universidade pública revoltam estudantes

Câmpus da Unitins foi inaugurado há cerca de três anos e ainda não foi asfaltado. Universitários reclamam da falta de acessibilidade.

Publicado em: 13 de Abril de 2019
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Câmpus da Unitins tem mato alto e lama por todo lado

Mato alto, lama e muitos buracos. A falta de infraestrutura dá a impressão de que o local fica em um bairro esquecido pelo poder público. Mas os problemas são rotina entre os universitários da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) que estudam no campus Graciosa, próximo ao lago de Palmas.

O prédio foi inaugurado em julho de 2016. Quase três anos após a construção, os estudantes ainda reclamam da falta de acessibilidade. O estudante de direito Pedro Henrique Brito sempre que pode vai de carro para a universidade. "Quando entra aqui, é muito difícil ficar desviando de todos esses buracos. Tem muitas pessoas que chegam aqui caminhando e se a gente não desvia acaba molhando ou sujando as pessoas que estão passando a pé".

Quando chove, a lama toma conta da porta da Unitins. "Quando está chovendo, a lama é geral, não é só no lugar que tem buraco", lamenta o estudante Enriky Araújo.

A presidente do diretório acadêmico da universidade, Carolina Aguiar, garante que há pelo menos três anos já foram entregues documentos junto à reitoria pedindo asfalto para amenizar os transtornos. "Toda vez que a gente reclama tem uma melhora mínima, mas sempre que volta o período da chuva abrem as crateras, os buracos, e dificulta para quem pega ônibus e quem vem de carro, o acesso fica prejudicado".

O mato alto incomoda e causa medo principalmente para quem anda a pé. "Ônibus que passa no nosso ponto vai até um certo horário, então se acontecer da gente perder, a gente tem que deslocar até a UFT para poder pegar um ônibus para ir para casa. A gente tenta ir em grupo para se sentir mais segura e além do mato tem a péssima iluminação", reclamou a estudante Celine Azevedo.

A Unitins informou que, em parceria com a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) e a Secretaria Estadual de Infraestrutura, está viabilizando algumas obras de melhoria no acesso ao campus de Palmas. Disse que em breve soluções paliativas para o acesso e a roçagem serão executadas. Ressaltou ainda que os estudos técnicos para o projeto do estacionamento foram concluídos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.