Laudecy Coimbra provoca discussão sobre violência contra idoso na próxima quinta, 13

Publicado em: 10 de Junho de 2019
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Ascom
Vereadora Laudecy Coimbra

Através de requerimento da vereadora Laudecy Coimbra (SD), a Casa Leis realiza na próxima quinta-feira, 13, às 9h, sessão solene em homenagem ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa.

 

O objetivo é conscientizar as pessoas que há mecanismos para conter a prática de violência contra pessoas idosas.

 

A data é comemorada dia 15 de junho instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, para criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e, simultaneamente, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal.

 

Para a vereadora, a violência contra o idoso é um grave problema no Brasil e deve ser entendida também como uma grave violação aos Direitos Humanos.

 

Além disso, Laudecy conta que, conforme levantamento pela Universidade Católica de Brasília (UCB), em 2007, 12% dos quase 18 milhões de idosos do país já sofreram maus-tratos.

 

“A violência acontece de várias formas, a psicológica é a mais comum, que ocorre como humilhação, ameaças e discriminação. Agressões físicas, negligência, abandono e uso indevido do dinheiro do idoso são outras formas de violência que ocorrem contra pessoas com mais de 60 anos”, explicou.

 

Conforme a vereadora, para garantir o envelhecimento da população de forma saudável e tranquila, com dignidade, sem temor, opressão ou tristeza é preciso trabalhar intensamente na prevenção da violência.

 

“Devemos cuidar com amor aquelas pessoas que hoje estão fragilizadas e em especial, temos que preparar as novas gerações com informações, materiais e recursos educacionais, de forma a assegurar um envelhecimento digno e saudável”, ressaltou Laudecy.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.