Parte da bancada federal quer estar junta nos 10 maiores colégios em 2020; em Palmas, nome seria Eli Borges

Publicado em: 15 de Abril de 2019
Foto Por: Divulgação
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Deputado federal Eli Borges

Unidos nos dez maiores colégios

Um grupo de congressistas tocantinenses começa a discutir as eleições municipais de 2020. A proposta inicial é que eles estejam unidos em torno de uma única candidatura nos dez maiores colégios eleitorais do Tocantins. O grupo já contaria com 8 dos 11 membros da bancada federal, e pode crescer.

Eli seria o cara em Palmas

Em Palmas, o candidato seria um dos membros da bancada federal, o deputado Eli Borges (SD), que há anos sonha em chegar a prefeito da Capital. Com pesquisas nas mãos, parlamentares ouvidos pela coluna contaram que o grupo ficou surpreso e motivado com a baixa rejeição ao nome de Eli.

Lázaro é cabo eleitoral

Além disso, Eli conta com o apoio entusiasmado de um importante partido, o PP, cujo presidente regional, Lázaro Botelho, primeiro suplente, herdaria a vaga de deputado federal, caso o parlamentar do Solidariedade fosse eleito prefeito de Palmas.

Vanda, a vice

Como vice, um nome apontado seria o da deputada estadual Vanda Monteiro, que deve assumir a presidência metropolitana do PSL.

Outra opção

Outro nome apontado como opção de vice de Eli é o do deputado estadual Júnior Geo (Pros).

Halum e Josi

Para as outras duas maiores cidades do Estado, o grupo de congressistas observa a possibilidade de apoio ao secretário estadual da Agricultura e ex-deputado federal César Halum (PRB) em Araguaína e a também ex-deputada federal Josi Nunes (Pros) em Gurupi.

Apoio fechado

Nomes neste momento, no entanto, não são o mais importante para o grupo de parlamentares, segundo dizem, mas sim que se mantenham unidos nos dez maiores colégios eleitorais. Ou seja, o candidato definido precisa ter apoio fechado de todos.

Fez um bem danado

Por falar nela, a troca de comando do PSL no Tocantins, que passou para o suplente de senador Bispo Guaracy, fez um bem danado a Vanda. É que o partido tinha aberto um processo de infidelidade contra ela, já que a deputada apoiou o governador Mauro Carlesse (PHS) nas eleições de outubro e não o nome do partido, o ex-secretário de Segurança Pública César Simoni.

Devidamente arquivado

Sob a direção de Guaracy, a expectativa é de que o processo contra Vanda será arquivado e ainda a deputada deverá herdar a presidência metropolitana do PSL.

Resistência a Amastha

A advogada Gabriela Rocha Martins foi nomeada assessora jurídica da Procuradoria de Palmas pela prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) nessa quinta-feira, 11. Gabriela é irmã do delegado Guilherme Rocha e de Felipe Rocha, que foi candidato a deputado federal pelo PSB no ano passado. Felipe é do grupo do partido que tem certa resistência ao ex-prefeito Carlos Amastha, de quem Cinthia vem cada vez se distanciando mais.

Soube nessa quinta

Felipe, contudo, garantiu à coluna que não articulou a nomeação da irmã e que ficou sabendo nessa quinta. “Eu estou em Brasília, acompanhando minha esposa no hospital, ainda não sei como foi a nomeação dela”, afirmou.

Tudo de novo

Procurador do Ministério Público de Contas junto ao TCU que ganhou notoriedade no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, Júlio Oliveira fez um alerta no Twitter sobre a PEC 61, aprovada esta semana e que na Câmara foi relatada pelo tocantinense Carlos Gaguim (DEM). A proposta permite transferência das emendas individuais de parlamentares diretamente para os municípios: “Quem se lembra do escândalo dos anões do orçamento envolvendo emendas parlamentares ao orçamento? Quem se lembra do escândalo das ambulâncias e da máfia dos sanguessugas? PEC aprovada ontem [terça, 9] no Senado e que poderá ser votada hoje [quarta, 10] na Câmara vai permitir tudo de novo”.

Dorinha preside

Foi lançada nessa quinta-feira, 11, na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista da Educação, com a ideia de defender que as políticas públicas da área sejam direcionadas para melhorar a qualidade do ensino e que se apoiem em evidências do que já funciona no Brasil e no mundo. A presidente é a deputada tocantinense Dorinha Seabra Rezende (DEM).

Parceiros e vigilantes

Conforme O Estadão, no lançamento da frente, parlamentares mostraram preocupação com as diretrizes atuais do Ministério da Educação (MEC), tanto na gestão do colombiano Ricardo Vélez Rodrígues, quanto do recém nomeado Abraham Weintraub. “O ministro é novo, mas os problemas da educação, não”, afirmou Dorinha, que avisou: “Somos parceiros, mas também somos vigilantes.”

MP 5 em discussão no dia 24

Em reunião ordinária na quarta-feira, 10, a Comissão de Administração, Trabalho, Defesa do Consumidor, Transportes, Desenvolvimento Urbano e Serviço Público marcou para o dia 24 a audiência pública para debater a Medida Provisória (MP) 5 de 2019, que institui a jornada de trabalho especial dos servidores da saúde. Sindicatos alertam que o texto do governo determina carga horária que extrapola o limite estabelecido pela Lei 2.670 de 2012. A comissão também vai discutir sobre as obras paralisadas no Tocantins. A audiência deste tema ficou para 22 de maio.

Muito útil no Tocantins

Policial federal e ex-candidato a senador pelo PSL, Farlei Meier acabou de concluir um curso da Academia Nacional da PF que disse à coluna que será muito útil no Tocantins: Investigação de desvio de recursos públicos em obras de engenharia.

Terceira via em Colinas

Em Colinas, moradores dizem que ganha força nas ruas como possível terceira via o nome do dentista Josemar Carlos Kasaryn (PSL). Ele poderia ser uma alternativa ao prefeito Adriano Rabelo (PRB) e ao PT, que tradicionalmente tem seu candidato na cidade.

PIB do Esporte

Governo do Estado e Sebrae estão fechando uma parceria para dimensionar o tamanho do mercado de esportes no Tocantins. A ideia é levantar tudo que se refere ao setor: quantas quadras, campos, academias, lojas de material e de suplementos, entre outros. Com isso, o Estado saberá quanto o esporte representa no PIB tocantinense e, sobretudo, traçar políticas de desenvolvimento para a área.

Conselho Tutelar – O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) e o Ministério Público Estadual firmaram Termo de Cooperação Técnica na tarde dessa quinta-feira, 11, para cessão de urnas eletrônicas visando a eleição dos conselheiros tutelares. O documento eletrônico foi assinado pelo presidente do TRE, desembargador Marco Villas Boas, e pelo procurador-geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior.

Estatuto dos animais – A senadora Kátia Abreu (PDT) apresentou na terça-feira, 9, uma proposta para que animais de produção e de interesse econômico sejam excluídos do Estatuto dos Animais (PLS 631/2015). Para Kátia, da forma que está, o projeto poderá gerar insegurança jurídica para a pecuária e trazer prejuízo econômico para o Brasil. A matéria está sendo apreciada na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.