Veja como participar do mutirão de renegociação de dívidas com a prefeitura de Palmas

Evento será entre os dias 14 e 20 de outubro no Espaço Cultural. Contribuintes podem recebem até 100% de desconto nos valores das multas e juros.

Publicado em: 10 de Outubro de 2019
Foto Por: Antônio Gonçalves/Prefeitura de Palmas
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Sede da prefeitura de Palmas

Os contribuintes que tiverem dívidas com a Prefeitura de Palmas devem ficar atentos para a realização de um mutirão de renegociação fiscal (Refis) na próxima semana. O evento é entre os dias 14 e 20 de outubro no Espaço Cultural. Quem comparecer pode receber até 100% de desconto nos valores das multas e juros.

 

Pode ser renegociadas pendências como tributos, taxas, multas de meio-ambiente, licenciamento de obras, multas relacionada ao transporte (com exceção das multas de trânsito) e também débitos com o Banco do Povo.

 

Os interessados devem comparecer ao local com os documentos pessoais, em caso de pessoa física ou com o contrato social e a inscrição no município em caso de pessoa jurídica. No local haverá uma triagem onde serão levantadas todas as dívidas do contribuinte e bancos estarão no local para ajudar nas negociações.

 

A iniciativa é para ajudar a reduzir o número de processos relacionados a dívidas com o município em tramitação na Justiça. Atualmente, cerca de 1,8 mil casos estão com audiências marcadas de acordo com o secretário de finanças de Palmas, Rogério Ramos.

 

"Nós estamos criando formas também para aquele que quiser pagar à vista, com 100% de desconto de multa e juros, que ele possa acessar o site refispalmasto.gov.br e também emitir lá, sem precisar ir no mutirão, o seu débito, o seu boleto e quitar a sua vida perante a prefeitura", explicou. Dependendo do valor da dívida ainda é possível fazer o parcelamento em até 150 vezes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.