Vereador Filipe Martins propõe título de Cidadão Palmense para presidente do hospital do amor

Publicado em: 06 de Dezembro de 2018
Foto Por: Ascom
Autor: Ascom
Fonte: Ascom
Henrique Duarte Prata e Filipe Martins

O vereador Filipe Martins (PSC) apresentou Projeto de Lei que concede Título de Cidadão Palmense para Henrique Duarte Prata, presidente do Hospital do Amor (anteriormente conhecido como Hospital de Câncer de Barretos).

 

O Hospital é um dos maiores centros de referência em oncologia do Brasil e mundialmente conhecido. O PL está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça  da Câmara de Palmas (CCJ).

 

Com o objetivo de oferecer o melhor aos pacientes com câncer, Henrique Duarte Prata já percorreu 21 países, acompanhado de médicos do Hospital de Amor, para conhecer centros de referência em oncologia em todo mundo, e trazer para o Brasil as melhores tecnologias e os melhores protocolos.

 

Em Palmas (TO), Henrique Prata recebeu do Estado do Tocantins a escritura do terreno onde será construída uma nova sede da instituição.

 

A unidade será implantada na quadra 1101 sul da cidade de Palmas, em uma área de 76 mil metros quadrados. A expectativa é que o prédio esteja em funcionamento em 2020.

 

Para Filipe Martins, a homenagem é muito oportuna, tendo em vista o relevante trabalho feito pela nação.

 

"Se trata de uma justa homenagem ao Presidente de uma instituição tida como maior referência em pesquisa, prevenção, diagnóstica e tratamento de câncer no Brasil, tendo acima de tudo o amor. Nos sentimos honrados em poder contar com uma extensão desse hospital em nossa cidade, justificou.

 

Perfil

 

Henrique Duarte Prata, filho do casal de médicos Paulo Prata e Scylla Duarte Prata, não usa jaleco branco nem estetoscópio, mas administra o Hospital de Câncer de Barretos desde 1989; na Festa do Peão, trabalha como "madrinheiro" e aproveita para mobilizar artistas a ajudar na manutenção do hospital.

 

O pecuarista inconformado com o estarrecedor índice de óbitos no Brasil, vítimas dos diversos tipos de câncer, cujos dados estatísticos ultrapassam a margem de mais de duzentas e vinte mil pessoas anualmente no país, conforme dados da Organização Mundial da Saúde, que assegura ser o câncer a segunda maior causa de óbitos no Brasil, atrás apenas de doenças cardiovasculares, teve a visão de que poderia salvar mais vidas que qualquer outro médico, se abraçasse a causa da oncologia.

 

A partir daí ganhou corpo o projeto que fez do Hospital de Câncer de Barretos um dos maiores centros de referência em oncologia do Brasil e mundialmente conhecido.

 

Em 201, Henrique Prata publicou o livro Acima de Tudo o Amor, no qual conta a sua história e a história do Hospital de Câncer de Barretos. Em 2017, essa história tem continuidade com o livro A Providência.

 

No mesmo ano, publica Acima de Tudo o Amor – Relatos – As Pessoas Que Fazem História No Maior Polo de Luta Contra o Câncer.

 

Assessoria de Comunicação - Vereador Filipe Martins

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.