Cláudia Lelis sugere mapeamento turístico do sudeste do Tocantins

Publicado em: 17 de Maio de 2019
Foto Por: Koró Rocha
Autor: Penaforte
Fonte: Ascom

O potencial turístico das Serras Gerais, no sudeste do Tocantins, é tema de requerimento da deputada Cláudia Lelis (PV) aprovado em regime de urgência na sessão desta quinta-feira, 16.

 

A deputada solicita ao governador do Estado, Mauro Carlesse (PHS), que promova a realização de um mapeamento turístico da região.



Para Cláudia, só com planejamento e ações específicas voltadas à atividade turística é possível transformar as belezas naturais do sudeste do Tocantins em produto competitivo.

 

"Os nossos atrativos naturais podem ser um fator de desenvolvimento e geração de empregos e renda, mas é preciso tratar o turismo não só como lazer, mas também como atividade econômica", concluiu.
 

As Serras Gerais fazem parte da maior cadeia de elevações do Brasil. A região é formada por alguns municípios do Tocantins com forte potencial turístico e tradições, como Natividade, Dianópolis, Rio da Conceição, Arraias, Almas, Peixe, Aurora e Taguatinga.


Além dos atrativos naturais, como cânions, cavernas, rios, praias e cachoeiras, a região guarda memórias, arquitetura colonial e eventos consagrados, como as Cavalhadas, as festas do Senhor do Bonfim e do Divino Espírito Santo, entre outras celebrações folclóricas e religiosas herdadas do período colonial.


Infraestrutura

Mais quatro urgências de autoria de Cláudia Lelis, constantes na ordem do dia, foram aprovadas pelo plenário. 

 

A parlamentar solicita ao Executivo agilidade no Programa Água para Todos em Monte do Carmo, a construção de um anel viário para ligar a TO-374 Gurupi, trecho de Dueré a Lagoa da Confusão, além de sinalização da rodovia entre os municípios de Gurupi, Dueré, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão e Aliança do Tocantins e, por último, o encascalhamento e levantamento da estrada que liga Dueré ao  assentamento Loroty, no município da Lagoa da Confusão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.