Bolsonaro confirma demissão de presidente da Apex, que se recusava a deixar cargo

Publicado em: 11 de Janeiro de 2019
Foto Por: Apex
Autor: Agência Ansa
Fonte: Cleber Toledo
Alex Carreiro, ex-presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex)

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nessa quinta-feira, 10, a saída do mandatário da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), Alex Carreiro, que havia sido demitido pelo chanceler Ernesto Araújo, mas se recusara a deixar o cargo.

 

Bolsonaro publicou uma foto no Twitter ao lado do ministro das Relações Exteriores e de seu novo indicado para presidir a Apex, Mário Vilalva.

 

“Recebi hoje [quinta] o embaixador Mário Vilalva, indicado pelo chanceler Ernesto Araújo para o cargo de presidente da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos. Boa noite a todos!”, escreveu o presidente da República.

 

Diplomata de carreira, Vilalva é especialista em comércio exterior e foi embaixador em Santiago, no Chile, por quatro anos.

 

Primeira baixa do governo, Carreiro é publicitário e era alvo de críticas por uma suposta falta de preparo, especialmente por não ser fluente em inglês, requisito obrigatório para presidir a Apex.

 

Sua saída havia sido anunciada por Araújo no Twitter, mas ele disse que só deixaria a função quando fosse comunicado pelo próprio presidente da República.

 

A agência é responsável pela promoção de empresas e produtos brasileiros no exterior. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.