Combate à violência e ampliação da assistência às mulheres são destacadas em Sessão solene

Publicado em: 14 de Março de 2019
Foto Por: Clayton Cristus
Autor: Maisa Medeiros
Fonte: Ascom

A sessão solene em homenagem ao dia da mulher, realizada na manhã desta quarta-feira, 13, foi marcada pelos discursos em defesa das mulheres na luta contra a violência, assédio sexual e apoio às vítimas de agressões.

 

Na solenidade também foram destacadas as conquistas femininas e solicitadas emendas parlamentares para a construção do Hospital de Amor e ampliação da assistência de mulheres em tratamento de câncer.



A deputada Amália Santana (PT) mencionou as conquistas das mulheres na política e no mercado de trabalho, mas enfatizou que elas ainda enfrentam muitos desafios na luta por políticas de proteção e ações
efetivas contra a violência doméstica.

 

Luana Ribeiro (PSDB) também reforçou a importância dos projetos de apoio e proteção às vítimas de
agressão, e disse que a sociedade precisa avançar na cultura de respeito às mulheres e denúncia de agressores.



A homenageada Nilmar Ruiz, ex-prefeita de Palmas, ressaltou a importância das mulheres na sociedade e do papel desempenhado por elas nas instâncias de poder.

 

"As mulheres têm conquistado seu espaço nas lutas de assistência a outras mulheres para que tenham melhores oportunidades, em defesa das famílias e no apoio daquelas que são vítimas de violência", defendeu.



Já a homenageada Ana Paula Bichuette, que representou o Hospital do Amor, ao agradecer a homenagem, fez um apelo à sociedade para que incentivem as mulheres a buscar a prevenção.

 

"Muitas mulheres vítimas de câncer de mama e útero, quando diagnosticadas precocemente conseguem um resultado positivo em seus tratamentos", destacou.

 

Ela aproveitou a oportunidade para solicitar aos deputados a destinação de emendas parlamentares para a obra de construção do hospital.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.