"Gaguim e Eduardo do Igeprev mandam na campanha e no governo Carlesse; isso representa sério risco para o Estado", alerta vice de

Publicado em: 13 de Junho de 2018
Foto Por: Divulgação
Autor: ascom
Fonte: ascom

Ao pedir que os órgãos de controle fiquem atentos ao que está acontecendo no Palácio Araguaia, Divino Bethania desafiou o governo interino a expor as contas do Estado para que a população fique sabendo qual o tamanho do rombo nas finanças públicas

Candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo senador Vicentinho Alves, o vereador de Araguaína Divino Bethania Júnior declarou que tanto o deputado federal Carlos Gaguim como o estadual Eduardo Siqueira Campos mandam na gestão atual do Estado e é por isso que apoiam a continuidade do governador interino Mauro Carlesse. "[o deputado Carlos Henrique] Gaguim e o Eduardo, aquele do escândalo do Igeprev, mandam na campanha e no governo de Carlesse. Se já mandam e desmandam agora, que é interino, imaginem o que eles pretendem fazer depois!", afirmou.

Para Bethania, a influência de ambos traz riscos à gestão do Estado. "O Tocantins corre sérios riscos. E esses riscos vão arrebentar diretamente nos mais fracos, que são os servidores e a população", declarou. "Ontem disse e repito agora: desafio o governo atual a expor as contas, os números do Estado para que todos nós tocantinenses tenhamos consciência de como estão as contas do Estado. E quero saber mais: como estão os repasses do Igeprev, o dinheiro sagrado da aposentadoria dos servidores?", questionou.

Ele lembrou que Eduardo Siqueira Campos, que foi presidente do Conselho de Administração do Igeprev na gestão de seu pai, Siqueira Campos, é alvo de dez ações de improbidade administrativa relacionadas a aplicações do instituto. Juntas, as ações somam R$ 516 milhões em prejuízos. "É preciso que os órgãos de controle e de fiscalização do Estado estejam atentos e vigilantes quanto a tudo que está acontecendo no Estado. É o futuro do servidor e do nosso Estado que está em risco", afirmou.

 

Resposta nas urnas

 

O aliado de Vicentinho Alves, entretanto, disse estar tranquilo porque a população tocantinense neste segundo turno das eleições suplementares sabe o que "está em jogo" para os adversários. "A população não é boba, não vai deixar se enganar. Os tocantinenses sabem que quando esse povo se junta a última coisa que pensam é em melhorias e coisas boas para a população. A resposta vai ser nas urnas, numa virada histórica de Vicentinho contra todos eles", declarou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.