Vereadores definem comissões e blocos; homem vai presidir Comissão da Mulher

Entre os 19 vereadores, há apenas uma mulher, Laudecy Coimbra, que estará apenas em três comissões e como membro; a parlamentar não comandará nem mesmo a Comissão de Assuntos dos Direitos das Mulheres

Publicado em: 09 de Fevereiro de 2019
Foto Por: Divulgação/CMPalmas
Autor: T1
Fonte: T1
Câmara de Palmas definem comissões e blocos partidários

Em sessões realizadas ontem, 7, na Câmara Municipal de Palmas, os vereadores definiram os novos blocos parlamentares e suas lideranças, e elegeram os membros das comissões permanentes da Casa.

 

Entre as polêmicas do resultado das eleições está o fato de, na Comissão de Assuntos dos Direitos das Mulheres, ter sido eleito um homem para presidi-la.

 

Entre os 19 parlamentares da Casa, há apenas uma vereadora, Laudecy Coimbra (SD), já que Vanda Monteiro (PSL) renunciou ao mandato para assumir a vaga de deputada estadual na Assembleia Legislativa, após ter sido eleita em outubro passado.

 

Das sete comissões da Casa, Laudecy participa de apenas três e somente como membro. A vereadora não foi eleita para comandar nem mesmo a comissão que trata de políticas públicas voltadas às mulheres, que teve os vereadores Diogo Fernandes e Vandim do Povo eleitos como presidente e vice, respectivamente.

 

Os demais membros, além de Laudecy Coimbra, são Gerson Alves, Helio Santana, e Etinho Nordeste, como suplente.

 

Negreiros e Rogério Freitas lideram blocos

 

A partir deste ano, a Casa contará com dois blocos, além de um vereador independente: Hélio Santana, do Partido Verde (PV).

 

 O vereador Major Negreiros (PSB) foi alçado ao posto de líder do bloco PSB/PSC/PTB/PSL, enquanto o bloco formado por PR/PSD/MDB/PP/SD/DC/PDT/PRP/PTC será liderado pelo vereador Rogério Freitas(MDB).

 

Comissões da Câmara

 

A primeira a se reunir foi a Comissão de Constituição, Justiça e Redação. Para presidente, dentre os cinco votos válidos, dois foram para o vereador Tiago Andrino (PSB) e três para Lúcio Campelo (PR), que passa a presidir a referida Comissão. Por aclamação, o vereador Diogo Fernandes (PSD) foi eleito vice-presidente. Os demais membros são: Rogério Freitas (MDB), Major Negreiros (PSB) e Tiago Andrino. Suplente: Laudecy Coimbra (SD).

 

A segunda a escolher seus novos membros foi a Comissão de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle. Ficou decidido, por unanimidade, que Milton Neris (PP) e Filipe Martins (PSC), serão presidente e vice-presidente, respectivamente. Outros membros: Laudecy Coimbra, Rogério Freitas e Etinho Nordeste (PTB). Suplente: Folha Filho (PSD).

 

A terceira reunião marcou a eleição dos membros da Comissão de Administração Pública, Urbanismo e Infraestrutura Municipal. Foram eleitos os vereadores Filipe Fernandes (DC) como presidente e Moisemar Marinho (PDT) como vice. Membros: Filipe Martins (PSC), Rogério Santos (PRB) e Tiago Andrino. Suplente: Vandim do Povo.

 

Na sequência, foram eleitos presidente e vice que comandarão a Comissão de Políticas Públicas e Sociais. Foram alçados aos referidos cargos, os parlamentares Claudemir Portugal (PRP) e Rogério Santos respectivamente. Membros: Vandim do Povo, Etinho Nordeste e Gerson Alves (PSL). Suplente: Helio Santana (PV).

 

Também foram eleitos os novos membros da Comissão de Cidadania, Direitos Humanos, Meio Ambiente, Ética e Decoro Parlamentar. O resultado final da eleição indicou os vereadores Folha Filho e Jucelino Rodrigues (PTC) para os cargos de presidente e vice-presidente. Membros: Filipe Fernandes, Etinho Nordeste e Major Negreiros. Suplente: Milton Neris.

 

Foram eleitos, ainda, os dirigentes da Comissão de Segurança Pública: Moisemar Marinho (PDT), presidente e Claudemir Portugal (PRH), vice-presidente. Membros Jucelino Rodrigues, Major Negreiros e Helio Santana. Suplente: Gerson Alves.

 

(Com informações da Ascom/Câmara de Palmas)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.