O que pode levar a um mal súbito?

O Bem Estar fala sobre a morte do modelo mineiro Tales Cotta Soares, de 25 anos, durante o desfile da São Paulo Fashion Week.

Publicado em: 30 de Abril de 2019
Foto Por: Arte/TV Globo
Autor: G1
Fonte: Bem Estar
Quais as causas da morte súbita?

No sábado (27), o modelo mineiro Tales Cotta, de 25 anos, morreu após sofrer um mal súbito durante o desfile da São Paulo Fashion Week. Segundo o comunicado do evento, Tales foi socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu e morreu. Mas o que pode levar a pessoa a um mal súbito? O Bem Estar conversou com o neurologista Luis Otávio Caboclo.

Uma das hipóteses no caso do modelo, é que um ataque epilético ou convulsão gerou o problema. Entretanto, segundo Caboclo, é pouco provável que a epilepsia seja a causa da morte. De acordo com o neurologista, o mal súbito provavelmente deve ter sido de origem cardíaca, que parece algumas vezes com uma crise epilética. Só o laudo da morte poderá revelar a causa correta. O laudo deve sair entre 60 e 90 dias.

Mas o que é o mal súbito? “A morte súbita é um evento caracterizado por um colapso. Uma perda súbita da consciência com uma parada cardiorrespiratória e que, se não tratada rapidamente e se não houver uma chance de reversão desse quadro, acaba levando à morte”, explica Caboclo.

O mal súbito é a perda repentina de consciência, que pode ser provocada por diversas condições --desde uma desidratação até um infarto. Entre as causas estão a arritmia, falta de oxigenação no cérebro e AVC.

Em 90% dos casos, a arritmia cardíaca é a responsável pelo mal súbito, que pode acometer pessoas de qualquer idade.

O mal súbito pode ter sintomas diversos, como tontura ou perda de consciência, mal estar, histórico familiar, dor torácica com palpitações, dor de cabeça. "No caso do modelo, o sintoma mais proeminente foi uma perda de consciência".

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.