Usar testosterona sem orientação médica pode causar problemas no corpo e no cérebro

A testosterona tem sido usada, sem recomendação médica, para o ganho de massa muscular, mas o excesso do hormônio pode causar lesão no fígado e doenças cardiovasculares.

Publicado em: 26 de Setembro de 2019
Foto Por: Reprodução/Instagram
Autor: Bem Estar
Fonte: Bem Estar
Ator português Ângelo Rodrigues teve complicações após uso de anabolizantes injetáveis, diz jornal

O uso da testosterona voltou a ser discutido depois que o ator português, Ângelo Rodrigues, foi hospitalizado após usar injeções com o hormônio e passar mal. Ele estava com uma infecção grave e os tecidos onde o hormônio foi aplicado, estavam necrosados. A perna esquerda do ator foi reconstruída e ele ainda vai passar por outra cirurgia no início de outubro. Devido aos riscos, os especialistas alertam que a testosterona não deve ser usada sem orientação médica e para ganhar massa muscular.

O excesso de testosterona pode causar lesão no fígado pela toxicidade que alguns tipos de testosterona causam; e doenças cardiovasculares porque o colesterol ruim aumenta, o colesterol bom diminui, e o sangue fica mais viscoso. Estudos indicam que a testosterona diminui o volume do cérebro. Além disso, provoca o fechamento precoce das cartilagens de crescimento, e consequente baixa estatura, além de espasmos, câimbras e lesões nos tendões e músculos.

O hormônio injetável tem venda controlada pelas farmácias. Só é vendida com prescrição médica e com o CPF do médico. Porém, as pessoas vêm comprando o hormônio clandestinamente dentro e fora do país. A testosterona injetável tem sido mais usada pelos homens. Já os géis de testosterona são vendidos livremente e consumidos mais pelas mulheres.

As pessoas usam a testosterona de forma clandestina para acelerar o aumento de massa muscular, aumentar a força muscular, diminuir o tempo de recuperação após o exercício ou eventuais lesões e melhorar a performance em competições.

As pessoas que começam a usar a testosterona, para ter o corpo perfeito, não conseguem parar porque o corpo deixa de produzir o hormônio. Nos homens, quando o uso é interrompido, a mama do homem cresce.

Para alertar a população sobre esses riscos, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia criou uma campanha: ‘Bomba tô fora’.

Veja as consequências do uso indevido da testosterona em homens e mulheres:

HOMENS

  • aumento das mamas;
  • redução de tamanho e do funcionamento dos testículos;
  • impotência sexual;
  • infertilidade (o uso prolongado atrofia o testículo e diminui a produção de espermatozoide);
  • aumento da próstata;
  • calvície.

MULHERES

  • aumento do clitóris;
  • irregularidade na menstruação;
  • infertilidade;
  • engrossamento da voz e rouquidão irreversível;
  • redução das mamas;
  • calvície.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.