'Quero que fique comigo', diz morador que encontrou bebê dentro de saco de cimento em lixão

Paulo César relata que viu algo se mexendo dentro de saco e se emocionou ao encontrar criança abandonada. Menina recebeu o nome de Vitória.

Publicado em: 13 de Abril de 2019
Foto Por: Débora Ciany/TV Anhanguera
Autor: Jesana de Jesus, G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins.
Bebê foi encontrada dentro de saco de cimento

Por 

Um dia depois de encontrar uma bebê dentro de um saco de cimento em um lixão clandestino no município de Formoso do Araguaia, sul do Tocantins, o sentimento do assistente técnico Paulo César Alves, de 40 anos, é de gratidão. Ainda sem acreditar no que aconteceu, ele atribui o fato como "um milagre". A criança, que provavelmente tinha dois dias quando foi abandonada, já recebeu um nome: Vitória. O desejo do morador é ficar com ela, caso esta seja a decisão da Justiça.

A menina continua no Hospital Municipal de Formoso do Araguaia em observação, mas pode ser liberada a qualquer momento. Paulo disse que por enquanto a bebê ficará com ele, por autorização do Conselho Tutelar.

"Foi um milagre que aconteceu. O caso está nas mãos da Justiça, que vai decidir com quem a criança vai ficar, se vai ser entregue para a família biológica. Eu quero que ela fique comigo, mas se não ficar, vou ajudar, visitar, como se fosse um parente. O importante é a vida dela", disse.

O assistente técnico é natural de Formoso do Araguaia e mora no setor Aliança. No fim da tarde desta sexta-feira (12), ele estava caminhando perto do local, quando viu que havia algo dentro de um saco de cimento. O local é usado pelos moradores para descarte de lixo.

"Eu vi o saco se mexendo, quando vi a criança estava lá dentro, sem roupa. Eu fiquei tremendo, emocionado, quase desmaiei porque nunca tinha visto uma coisa dessas na minha vida. Esperamos a PM e a ambulância do hospital, como não chegaram, fomos direto para o hospital".

A bebê tem 51 centímetros e 3,1 quilos. Ela passa bem.

A Polícia Civil informou que foram iniciadas as investigações sobre o caso. Disse que, apesar de o fato ainda não ter sido registrado na Central de Atendimento da Polícia Civil de Gurupi nem na Delegacia de Polícia de Formoso do Araguaia, um inquérito policial para investigar a autoria do crime de abandono de incapaz já foi aberto.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.