Gurupi é a cidade do TO que mais empregou pessoas acima dos 50 anos no 1º semestre, diz pesquisa

O Tocantins possui 139 municípios. Palmas ficou em segundo lugar seguido por Araguaína, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.

Publicado em: 24 de Agosto de 2019
Foto Por: Divulgação
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Município de Gurupi

Gurupi foi o município do Tocantins que mais empregou pessoas acima dos 50 anos no primeiro semestre de 2019. A capital da amizade, como é conhecida, ficou em primeiro lugar entre as 139 cidades do Tocantins. O resultado disponibilizado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia, mostra um resultado positivo na inserção de pessoas próximas ou que já fazem parte do grupo da terceira idade.

Localizada na região sul do Tocantins, Gurupi contratou 26 pessoas entre janeiro e julho. Palmas ficou em segundo lugar com a contratação de 16, seguida por Araguaína que empregou 15.

Apesar dos dados positivos, a tendência de empresas e instituições é a de buscar pessoas novas para a ocupação de cargos. A preferência de público acaba prejudicando pessoas a partir dos 50 anos, que precisam da vaga para garantir o próprio sustento e o da família.

”Sabemos que é mais difícil para essas pessoas a inserção no mercado de trabalho, e de fato, esse trabalhador precisa estar se reinventando. Um dos motivos principais para essa busca, primeiro seria a complementação da renda familiar dele, a questão de não ficar parado no mercado de trabalho. Ocioso”, comentou o gerente do Sine de Gurupi, Relton de Oliveira.

Os interessados em retornar ao mercado de trabalho no Tocantins, podem buscar orientação e qualificação no Sistema Nacional de Emprego (Sine). Há atualmente oito unidades distribuídas no estado, sendo uma em Dianópolis, Guaraí, Araguatins, Paraíso, Porto Nacional, Palmas, Araguaína, Gurupi e outra em Taquaralto. O órgão além de divulgar vagas de emprego, recebe currículos, elabora processos seletivos e auxilia na contratação.

”O estado do Tocantins, através do Sine faz todo o trabalho de orientação e amparo ao trabalhador buscando essa inserção através da mão de obra qualificada no mercado. Mesmo sabendo que o mercado hoje é jovem, esse trabalhador ainda tem a sua fatia dentro do mercado e tem possibilidade de inserção novamente”, disse o gerente Relton de Oliveira.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.