Mais de 9 mil estudantes participam da segunda fase da Obmep no Tocantins

Publicado em: 14 de Setembro de 2018
Foto Por: Elias Oliveira/Governo do Tocantins
Autor: Abrão Sousa / Governo do Tocantins
Fonte: Ascom
Estudantes realizam provas da Obmep no Tocantins

A segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) será realizada no sábado, 15, com início às 14h30 em todos os municípios do Tocantins.

 

O Estado conta com 9.315 estudantes no certame, sendo alunos pertencentes às redes municipais, estadual e federal, e também escolas particulares. Essa é a maior olimpíada estudantil do país, e ocorre para alunos de todos os estados brasileiros.

 

Destinada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental à 3ª série do ensino médio, a Obmep é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

 

A Obmep foi criada com o intuito de estimular e testar o raciocínio lógico e o pensamento matemático dos estudantes.Em todo o País, na primeira fase mais de 54 mil escolas se inscreveram, nos mais de 5 mil municípios, alcançando quase cem por cento de participação. Isso equivale a exatos 18.237.996.

 

Premiações

O resultado da segunda fase será divulgado no dia 21 de novembro. Ao todo, 500 alunos de escolas públicas e 75 alunos de escolas privadas serão premiados com medalhas de ouro; 1.500 alunos de escolas públicas e 225 alunos de escolas privadas receberão medalhas de prata; e 4.500 alunos de escolas públicas e 675 alunos de escolas privadas receberão medalhas de bronze.

 

Os estudantes que fizerem a prova poderão receber, ainda, Certificados de Menção Honrosa. Serão 46.200 certificados para alunos de escolas públicas e 5.700 para os de escolas privadas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.