No dia da autonomia do Tocantins, estudantes visitam exposição sobre história do Estado no Memorial Coluna Prestes

Publicado em: 19 de Março de 2019
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom Seduc / Governo do Tocantins
Fonte: Ascom
Estudantes conhecem história do Tocantins em exposição no memorial Colulna Prestes

Em comemoração ao Dia da Autonomia do Tocantins, cerca de 90 estudantes da Escola Estadual de Tempo Integral professora Elizângela Glória Cardoso visitaram, na manhã desta segunda-feira, 18, a exposição Siqueira Campos, um estadista do setentrião goiano ao Tocantins, que acontece no Memorial Coluna Prestes, em Palmas.

 

Em exibição desde a última sexta-feira, 15, a mostra narra o processo de luta pela criação do estado do Tocantins. Como explica o curador, José Eduardo Rodrigues.

 

"Com cerca de 24 painéis e 80 fotografias, a ideia é trazer um conceito de flashback que contenha a história oficial e bastidores desse processo de criação do Tocantins, unindo a força de Siqueira Campos às manifestações populares da época", destacou.

 

O objetivo da visita dos estudantes à exposição é incentivar a valorização da história e cultura tocantinense. A atividade teve início com um vídeo introdutório que traçou uma linha do tempo, com contextualização histórica. Após a exibição, os estudantes tiveram acesso aos objetos expostos, livros e fotografias.

 

Conforme o idealizador da exposição, José Wagner Praxedes, o projeto foi realizado pensando na carência de informações sobre a história.

 

"Víamos que a história do nosso Estado não estava mais sendo contada, estava esquecida. Daí, tivemos a ideia de abordar todo esse processo, para lembrar da importância da luta para criação do Tocantins", frisou.

 

A estudante Fernanda Mascarenhas, de 18 anos, contou que sempre teve vontade de conhecer o Memorial Coluna Prestes e que, nesta primeira vez, gostou da exposição.

 

"Eu sempre quis visitar esse lugar e hoje a exposição é sobre a criação do Estado, uma maneira perfeita de conhecer o Memorial. Todos os objetos carregam história e memória que precisamos saber enquanto estudantes", pontuou.

 

Já a coordenadora de apoio pedagógico da Escola Elizângela, Valdete Oliveira, disse que é importante os estudantes conhecerem a própria história.

 

"Conhecer a nossa história é necessário. A exposição proporciona informação e curiosidades para os estudantes. Eles vão precisar de conhecimentos sobre o Tocantins para realização de vestibulares e concursos, por exemplo", finalizou.

 

Visitas

 

A exposição vai até o dia 19 de junho e a entrada é franca. Até o final do mês de abril, outras 24 escolas da Diretoria Regional de Educação (DRE) de Palmas irão visitar o memorial, conforme cronograma já definido. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.