PM realiza visita cidadã na escola estadual Marechal Ribas Júnior em Axixá

A dupla de policiais militares responsável pela palestra, falaram sobre Segurança Pública; o uso de drogas, os cuidados no trânsito, entre outros. O evento aconteceu na tarde dessa quarta-feira, 04, em Axixá.

Publicado em: 07 de Setembro de 2019
Foto Por: Divulgação 9º BPM
Autor: ASCOM/9º BPM
Fonte: Ascom
Momento da palestra com os alunos do colégio Ribas Júnior.

A Polícia Militar (PM) por meio do 9º Batalhão esteve na tarde dessa quarta-feira, 04, visitando a escola estadual Marechal Ribas Júnior, Centro de Axixá. A visita cidadã resultou também em palestra para mais de 200 alunos do ensino fundamental.

 

A dupla de policiais militares, sargentos José de Arimatéia Pereira e Josemildo do Nascimento Sousa, foram recepcionados pelo gestor escolar, Paulo Henrique Santana Silva.

 

Dentro do tema proposto pelos policiais militares: Segurança Pública, a PM destacou sobre a prevenção ao uso de drogas; cuidados no trânsito, entre outros. A dupla enfatizou do papel da Policia Militar frente a prevenção ao uso de drogas, prevenção a acidentes de trânsito e cidadania.

 

As visitas cidadãs são ações de Polícia Comunitária. Ambas integram o manual de Procedimento Operacional Padrão (POP) usado pela Polícia Militar, e vêm sendo desenvolvidas em toda a área de atuação do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), comandado pelo tenente-coronel Weslley Dias Costa.

 

Visita cidadã

 

De acordo com o POP, a visita consiste no ato do policial deslocar-se às residências, às escolas, às igrejas, aos estabelecimentos comerciais ou a outro local de interesse da Segurança Pública, a fim de colher informações, captar necessidades e repassar as orientações necessárias ao incremento da segurança, além de se integrar de maneira proativa na vida social da comunidade, instigando a sociedade na busca de seus anseios. @9bpm_oficial - @pmto_oficial

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.