Produção de alimentos em colégio agrícola garante alimentação de qualidade para estudantes

A produção de alimentos é fruto das atividades práticas realizadas no Colégio Estadual Família Agrícola José Porfírio de Souza

Publicado em: 20 de Setembro de 2019
Foto Por: Divulgação Seduc/Governo do Tocantins
Autor: Cláudio Paixão/Governo do Tocantins 
Fonte: Ascom
Estudantes colocam em prática os conteúdos trabalhados em sala de aula

A produção de alimentos do Colégio Estadual Família Agrícola José Porfírio de Souza, localizado no Reassentamento Piabinhas 2, município de São Salvador, garante abastecimento da unidade escolar com produtos naturais e orgânicos. São produzidos frangos, ovos, peixes, frutas, hortaliças e porcos.

Ao todo, o colégio conta com um viveiro de mudas e as seguintes unidades de produção: horta convencional; pocilga (local de criação de porcos); aviário; Sistema Agroflorestal (SAF) – consórcio de frutíferas, hortaliças e madeiráveis; e bovinocultura leiteira.  

As unidades de produção atendem às demandas da alimentação escolar e ajudam os alunos a colocarem, em prática, o que aprendem na sala de aula. A estudante Aline Ribeiro, da 2ª série, atua nas práticas do Sistema Agroflorestal e já levou o projeto para sua comunidade.

"À medida que fui participando aqui, percebi que podia aplicar os conhecimentos na minha comunidade, com a minha família. Hoje já temos três módulos de plantações que seguem o modelo que conheci na escola. Assim, também temos produtos de qualidade, o que é produzido ajuda na renda familiar", destacou.

Pensando no futuro profissional, a estudante Isabele Pires de Araújo acredita que os conhecimentos adquiridos em sala de aula e nas atividades práticas ajudarão no seu processo de formação. "Quero seguir na área e fazer Medicina Veterinária. Aqui na escola eu trabalho com a criação de porcos, temos cerca de quinze suínos e sei que chegarei com diferencial no curso superior".

Já Bianca Ferreira Costa, da 3ª série, chamou a atenção para as demandas do mercado de trabalho. "É importante buscar as novas tecnologias, principalmente as que trabalham com a produção de alimento saudável. Um exemplo dessas tecnologias é o sistema hidropônico, que trabalha com a produção de peixes e folhosas de forma integrada", apontou.

De acordo com o diretor do Colégio Estadual Família Agrícola José Porfírio de Souza, Lucione Souza Batista, os itens produzidos na unidade escolar têm um diferencial, por serem orgânicos. "Esse trabalho gera aprendizagem e oferece alimentos de qualidade para os nossos alunos. A parte de hortaliças e ovos, por exemplo, atendem toda a demanda da escola".

O prefeito do município de São Salvador, que é um dos parceiros da escola, destacou que a produção do Colégio também atende às demandas de alguns eventos realizados pela Prefeitura. "É uma forma de integrar toda a comunidade, gerando conhecimento, renda. Para nós é uma parceria muito frutífera, porque estamos vendo o resultado do trabalho desenvolvido na escola".

Unidades de Produção

O Projeto das Unidades de Produção permite a multidisciplinaridade como um fator de integração de conhecimentos e dos próprios alunos. Além de diversificar e complementar a alimentação dos alunos na unidade escolar, é possível, ainda, estimular hábitos alimentares mais saudáveis, trabalhar conceitos de educação ambiental e despertar o pensamento crítico no aluno.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.