Produtores cobram recuperação de rodovias tomadas por buracos durante audiência pública em Araguaína

Vereadores e secretários da Prefeitura de Araguaína e do Governo do Tocantins participaram da audiência. Produtores reclamam das dificuldades de transitar por estradas sem infraestrutura.

Publicado em: 19 de Junho de 2019
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Produtores rurais reivindicaram melhores condições nas rodovia, durante audiência pública

Uma audiência pública realizada na Câmara de Veradores de Araguaína discutiu a recuperação de rodovias e estradas vicinais localizadas na região norte do Tocantins. Produtores rurais, vereadores e representantes da Prefeitura de Araguaína e do Governo do Tocantins participaram das discussões.

 

A audiência foi proposta pelo presidente da Casa, o vereador Gipão (PL) com o objetivo de cobrar uma solução para a falta de infraestrutura nas rodovias e estradas da região. "Nós estamos chegando no período de praias, existe um fluxo muito alto de pessoas usando essas vias, então a intenção da sessão é encontrar um meio, uma solução na infraestrutura".

 

Também estiveram presentes o secretário de Infraestrutura de Araguaína, o secretário executivo de Infraestrutura do estado e representantes de vários municípios e comunidades rurais, que dizem enfrentar dificuldades com a falta de estrutura das rodovias da região.

 

No último fim de semana, chacareiros que utilizam a TO-423 bloquearam a rodovia como forma de protesto. "Em 2008 era para esse asfalto sair, era para fazer a pavimentação, não aconteceu", reclamou a chacareira Verânica Carvalho.

 

Outra estrada com falta de infraestrutura é a TO-422, onde fica localizado o distrito agroindustrial de Araguaína. No local o fluxo de caminhões é intenso.

 

"Todo dia a gente está aqui, às vezes até quatro vezes por dia, entrando e saindo daqui para descarregar no frigorífico. E é essa dificuldade aqui, eles não arrumam. De vez em quando, tem uns caminhões aí, arrancam feixe de mola. O prejuízo vem na certa", conta o caminhoneiro Honorato Eurípedes.

 

O local era asfaltado, mas foi tomado pelos buracos. No ano passado, foi publicado no Diário Oficial a liberação de uma verba de mais de R$ 2 milhões para a recuperação do trecho, mas as obras nunca saíram do papel.

 

O empresário Jefferson Silva cobrou uma solução, disse que o local está abandonado. "Afeta o acesso para o distrito, os colaboradores, afeta até mesmo o fomento de novas empresas. As empresas deixam de estar no distrito Industrial porque não tem estrutura para implantação".

 

O secretário executivo de Infraestrutura do Tocantins Sandro Bandeira disse que a obra de revitalização está no cronograma do governo. No entanto, ele não estipulou um prazo para o início das obras.

 

"Não tem como colocar um prazo definitivo, nós estamos fazendo isso com muita prioridade e são os prazos normais, de término de projeto, da fase de conclusão, em seguida os prazos de licitação pra emitir a ordem de serviço. O recurso já está disponível e nós vamos dar a máxima celeridade para resolver ainda esse ano".

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.