Trabalhadores da Prefeitura de Gurupi denunciam condições de trabalho e transporte irregular

Vídeo mostra empregados quebrando e carregando pedras sem equipamentos de segurança. Prefeitura disse que problemas foram situações eventuais e estão resolvidos.

Publicado em: 07 de Setembro de 2019
Foto Por: Reprodução
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Trabalhadores quebrando e carregando pedras sem equipamentos de segurança

Trabalhadores da Prefeitura de Gurupi, na região sul do estado, denunciaram que estão enfrentando condições ruins de trabalho. Vídeos mostram os operários carregando e quebrando pedras sem equipamentos de proteção, além de serem transportados no baú de um caminhão e sem assentos.

"Nós estamos pegando na BR-153, dentro do baú, todo mundo sem assento, sentado no chão. Risco de um acidente. De acontecer algum tipo de acidente aqui ou algum buraco nós tem risco de sair por essa porta", disse um operário que pediu para não ser identificado.

Os operários também afirmam que estão há mais de três meses sem receber o adicional de insalubridade. "Que essas denúncias possam ser fazer efeito para que possa vir melhoria pra gente. Pagar a nossa insalubridade, pagar o que nós temos direito. Nós não queremos aquilo que não é nosso [sic]", afirmou outro trabalhador.

O advogado trabalhista Sávio Barbalho, afirmou que as condições de trabalho impostas aos trabalhadores não está de acordo com a lei. "Por exemplo, a imagem que mostra o transporte, ali está totalmente irregular. No que diz respeito ao trabalho tem duas situações: primeiro você percebe o não uso de equipamentos de proteção e trabalhando em condições climáticas e pesadas", comentou.Outro lado

A Secretaria de Infraestrutura de Gurupi informou que os dois casos foram situações eventuais. Sobre a quebra de uma pedra foi pela falta, naquele dia, de um "martelete", que foi locado pelo município e assim que chegou ao local foi realizado o serviço com o equipamento.

Sobre o transporte, a Secretaria disse que há dois ônibus para deslocamento dos servidores, mas que neste dia os dois carros estavam em manutenção e havia um serviço essencial para ser feito. Em relação a insalubridade, o município está com uma equipe técnica avaliando cada função exercida, se a mesma é ou não insalubre de acordo com a lei.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.