Unidade de saúde construída em povoado está abandonada há três anos e nunca atendeu ninguém

Unidade fica no povoado Entroncamento de Jaú, em Peixe, no sul do estado. Prefeitura afirma que unidade foi construída sem planejamento.

Publicado em: 04 de Setembro de 2019
Foto Por: TV Anhanguera/ Reprodução
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Posto de saúde está abandonado

Um posto de saúde construído no Entroncamento de Jaú, povoado da cidade de Peixe, está abandonado. O prédio foi inaugurado há quase três anos e levou esperança de melhorar a vida de muita gente, mas até agora nenhum atendimento foi feito no local. Para ver um médico os moradores precisam viajar até as cidades vizinhas.

O povoado fica em uma região estratégica que dá acesso a vários municípios. No local vivem cerca de 60 famílias, além das propriedades rurais. "Tem que funcionar, precisa funcionar. O povo merece. Tem tanta gente aqui, tanta criança. Se não pôr um médico pra ficar aqui, manda pelo menos duas, três vezes por semana", reclamou o aposentado Orlando Carlos Firmino, de 74 anos.

No lado de fora da unidade de saúde o mato está por toda parte. Dentro do prédio tem poeira e muitas folhas. A unidade tem um espaço amplo, mas não tem equipamentos e ninguém trabalhando."A região aqui tem um povo muito carente. A maioria é funcionário de fazendas que precisa demais [do serviço]. Então, faz falta demais", disse o agricultor Sérgio Menegon.

Segundo os moradores a obra custou cerca de R$ 500 mil. Quando o posto de saúde foi inaugurado todo mundo ficou feliz de finalmente ter um lugar para cuidar da saúde. Só que o tempo foi passando e o que era felicidade virou tristeza e indignação.

Para a comunidade o dinheiro público foi desperdiçado, pois para ver um médico é preciso viajar 40 quilômetros até Peixe, sul do estado.

A dona de casa Walderes Rodrigues da Silva tem um problema grave nos pés e há quatro anos sofre para fazer as consultas e curativos. "São duas feridas expostas nos dois pés. Eu que compro as gazes, remédio e faço os curativos aqui em casa. Gasto do próprio bolso", lamentou.

O aposentado Antônio Araújo tem problemas respiratórios e sente falta de um posto de saúde perto de casa. "De vez enquanto eu vou em Gurupi. O remédio tem que comprar nessas cidades porque aqui não tem", disse.

Outro lado

A Prefeitura de Peixe informou que a Unidade Básica de Saúde (UBS) do povoado Entroncamento de Jaú foi construída sem planejamento e sem equipamentos. De acordo com o município, o local é suficiente para atender 3 mil pessoas, mas localidade tem 140 habitantes.

Segundo a prefeitura, também não foi cadastrada a equipe para trabalhar na unidade e por isso o município não recebe recursos do SUS para seu funcionamento.

A prefeitura afirma ainda que conseguiu cadastrar uma equipe para possibilitar o funcionamento da unidade, após os pequenos reparos na estrutura, com previsão para janeiro de 2020.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.