Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017

Notícias / Política

Sábado, 12 de Agosto de 2017 VOLTAR

Em Audiência Pública, Vereador Diogo Fernandes cobra melhorias nos Serviços de Energia Elétrica

 

De Autoria do Vereador Diogo Fernandes foi realizado no plenário da Câmara Municipal nesta quinta feira, 10, uma audiência pública que discutiu os serviços prestados pela empresa Enersiga assim como sua tabela de preços. O evento teve participação de representantes da População, da Energisa Ambiental, do PROCON, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública do Estado, além de deputados estaduais.

Diogo Fernandes (PSD) questionou a qualidade dos serviços prestados à população. Autor do requerimento que possibilitou a realização da audiência, o vereador ainda defendeu o fim da dupla cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) e pediu o apoio dos deputados estaduais.

"Não posso concordar que o serviço prestado é de primeira qualidade. Tenho aqui a reclamação de um consumidor que costuma pagar em média R$ 660 por mês de energia. Depois a conta chegou a R$ 930 reais quando ele estava de férias. A Energisa foi questionada por ele, mas não forneceu uma resposta satisfatória", frisou o parlamentar.

O Defensor Público Marciel Araujo representante do Núcleo de Defesa do Consumidor parabenizou o Vereador Diogo Fernandes pela Audiência Publica, explanando que os serviços de Água e Energia Elétrica são os grandes geradores de demanda no órgão, criticando a questão da perda de energia, no qual o consumidor paga a mais do seu uso bancando o risco da atividade de transmissão.

Parabenizando pelo projeto que proíbe a suspensão do fornecimento de energia elétrica as vésperas de finais de semana e feriados, o advogado tributarista Alex Guimarães explicou sobre o principio da legalidade no direito tributário e o conceito de mercadoria no fornecimento de energia elétrica, questionou o pagamento de ICMS sobre as redes de transmissão, frisando que, quando a energia elétrica esta circulando sobre as linhas de transmissão e distribuição não esta havendo transferência de mercadoria sendo assim, justifica o pagamento de tributo sobre isso.

O Dr. Palmiro Viana, elencou o péssimo serviço de atendimento ao publico e a ineficiência dos canais de comunicações da empresa com seus consumidores.

Da Comunidade

O Senhor Adelino Alves fez uso da palavra parabenizando a casa pela audiência publica, questionando a cobrança de dois impostos pra um único fator gerador, já o Seu Elias Carvalho da Silva questionou os critérios de classificação da categoria de baixa renda, afirmando que o beneficio não atende as comunidades necessitam desse auxilio.

Os representantes da concessionária garantiram que a Energisa sempre cumpre o que a lei determina e que não cabe à empresa definir quais impostos serão cobrados nas contas. O diretor-presidente, Márcio Zidan, prometeu que dará uma atenção maior no atendimento ao consumidor, que foi bastante criticado na audiência.
 

Por fim o Vereador Diogo Fernandes agradeceu a presença de todos participantes, solicitando a empresa Energisa que transfira seu Call Center para Palmas, transferência  que geraria centenas de empregos para comunidade.

 

 

 

 


Autor: 

Fonte:  Ascom
Imprimir

Em Audiência Pública, Vereador Diogo Fernandes cobra melhorias nos Serviços de Energia Elétrica

Sábado, 12 de Agosto de 2017

 

De Autoria do Vereador Diogo Fernandes foi realizado no plenário da Câmara Municipal nesta quinta feira, 10, uma audiência pública que discutiu os serviços prestados pela empresa Enersiga assim como sua tabela de preços. O evento teve participação de representantes da População, da Energisa Ambiental, do PROCON, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública do Estado, além de deputados estaduais.

Diogo Fernandes (PSD) questionou a qualidade dos serviços prestados à população. Autor do requerimento que possibilitou a realização da audiência, o vereador ainda defendeu o fim da dupla cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) e pediu o apoio dos deputados estaduais.

"Não posso concordar que o serviço prestado é de primeira qualidade. Tenho aqui a reclamação de um consumidor que costuma pagar em média R$ 660 por mês de energia. Depois a conta chegou a R$ 930 reais quando ele estava de férias. A Energisa foi questionada por ele, mas não forneceu uma resposta satisfatória", frisou o parlamentar.

O Defensor Público Marciel Araujo representante do Núcleo de Defesa do Consumidor parabenizou o Vereador Diogo Fernandes pela Audiência Publica, explanando que os serviços de Água e Energia Elétrica são os grandes geradores de demanda no órgão, criticando a questão da perda de energia, no qual o consumidor paga a mais do seu uso bancando o risco da atividade de transmissão.

Parabenizando pelo projeto que proíbe a suspensão do fornecimento de energia elétrica as vésperas de finais de semana e feriados, o advogado tributarista Alex Guimarães explicou sobre o principio da legalidade no direito tributário e o conceito de mercadoria no fornecimento de energia elétrica, questionou o pagamento de ICMS sobre as redes de transmissão, frisando que, quando a energia elétrica esta circulando sobre as linhas de transmissão e distribuição não esta havendo transferência de mercadoria sendo assim, justifica o pagamento de tributo sobre isso.

O Dr. Palmiro Viana, elencou o péssimo serviço de atendimento ao publico e a ineficiência dos canais de comunicações da empresa com seus consumidores.

Da Comunidade

O Senhor Adelino Alves fez uso da palavra parabenizando a casa pela audiência publica, questionando a cobrança de dois impostos pra um único fator gerador, já o Seu Elias Carvalho da Silva questionou os critérios de classificação da categoria de baixa renda, afirmando que o beneficio não atende as comunidades necessitam desse auxilio.

Os representantes da concessionária garantiram que a Energisa sempre cumpre o que a lei determina e que não cabe à empresa definir quais impostos serão cobrados nas contas. O diretor-presidente, Márcio Zidan, prometeu que dará uma atenção maior no atendimento ao consumidor, que foi bastante criticado na audiência.
 

Por fim o Vereador Diogo Fernandes agradeceu a presença de todos participantes, solicitando a empresa Energisa que transfira seu Call Center para Palmas, transferência  que geraria centenas de empregos para comunidade.

 

 

 

 

INFORMAÇÕES:
Autor: 
Fonte:  Ascom
Foto por:  Ascom
Link do Vídeo:  
ENQUETE

Você irá votar na eleição de 2018?

Parabéns Miracema !
26/08/2017 06:58
Parabéns Miracema !
Assistir Vídeo...

PUBLICIDADE 265x220
Publique seu Banner aqui...
Contato: Telefone: , Email: , Ou preencha o formulário de contato

Nos siga no Twitter              
Visite o nosso Blog              
Assista nosso Canal            
Copyright © 2017 - Portal LJ Todos os direitos reservados.