Sábado,
04 de Dezembro de 2021

Publicado em 18 de Novembro de 2021 (Atualizado Há 2 semanas atrás)

Meus Amigos e Minhas Amigas, 

Um episódio ocorrido comigo recentemente ​fez com que recordasse a música do Rei do Baião Luiz Gonzaga "Apologia ao Jumento ou Jumento é Nosso Irmão" onde o velho Lua fala da importância do equídeo.

Segundo ele, o animal no sertão funciona como despertador, conduz deficiente visual dentre outras inúmeras utilidades, portanto, Padre Antônio Vieira achou justos motivos para afirmar que ele é de fato nosso irmão.

Pois bem...

Uma senhora outro dia bastante angustiada reclamava que Miracema tem enfrentado dificuldades administrativas porque teria uma cabeça de jumento enterrada em nosso município, ou seja, colocando a culpa da má gerencia no pobre do animal.

A minha reação...

Foi pedir para ela que não fizesse aquilo, não mandasse para o banco dos réus alguém que não cometeu crime algum, afinal o nosso irmão não foi e nem é transgressor.

Trazendo para os dias atuais imaginei...

Já pensou se o animal fosse denunciado por ela ao STF? Certamente seria preso, e caso fosse solto teria que usar tornozeleira eletrônica.

Jumento somos nós...

Que na maioria das vezes escolhemos nossos representantes sem avaliarmos suas reais condições, deixamos de raciocinar e votamos alicerçados em sentimentos que não servem como critério ou parâmetro que nos indique a possibilidade de uma boa administração.

É tempo de exigir resultados, de cobrar, mas, é tempo de pensar, buscar o preparo, de entender que o mundo mudou e vivemos a era do conhecimento.

Como cobrar do incompetente, daquele que tem raro e quase nenhum saber a capacidade de fazer nossas leis, de interpretar documentos complexos decidindo nosso futuro se ele mal sabe ler e escrever?

As consequências serão nefastas...

E não venham botar a culpa no "nosso irmão" ela é de todos, porque jumento somos nós!

Essa é a minha Opinião!

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários