Domingo,
24 de Outubro de 2021

Publicado em 08 de Outubro de 2021 (Atualizado Há 2 semanas atrás)

Meus Amigos e Minhas Amigas,

Não basta não ter corrupção, é preciso ter o que comer!

Que a população brasileira enfrenta uma de suas maiores crises financeiras não é novidade para ninguém, o que espanta é a inércia de um governo cuja política econômica maltrata o dia a dia dos brasileiros especialmente as classes média e baixa.

O povo está passando fome!

A cena veiculada na TV onde as pessoas catavam ossos em um caminhão que os transportava para uma fábrica de sabão chocou o país.

O destino deles certamente seria uma panela com água quente para uma sopa objetivando aliviar a dor do estômago vazio.

O pior...

É que Presidente Jair Bolsonaro age como se não tivesse nenhuma responsabilidade sobre a alta dos preços, pois, não fala sobre o assunto a não ser quando, por exemplo, culpa a Petrobras pelo aumento dos preços nos combustíveis.

Mas...

Não foi o dito cujo que interferiu na empresa ao trocar Roberto Castello Branco por Joaquim Silva e Luna na tentativa de promover uma mudança de postura na política de preços da estatal?

E agora?

Os combustíveis sobem semanalmente atingindo preços insustentáveis como os alimentos que sofrem reajustes no mesmo tom.

Uma senhora me dizia que está comendo apenas arroz e feijão há muito tempo, e certamente agradecida, pois, tem muita gente que nem isso tem.

Quem deveria assumir uma postura mais agressiva no sentido de encontrar uma saída, vide presidente e seu ministro da economia Paulo Guedes preferem fazer joguinho de empurra-empurra lançando a culpa em A ou B.

A partir deste sábado, 09, o preço da gasolina e gás de cozinha sobem em mais de 7%.

Este ano, o preço da gasolina praticado pela Petrobras na refinaria já subiu 62%. No gás, o aumento alcança 48%.

Estão falando em desabastecimento em 2022...

E não é de se duvidar, afinal as exportações brasileiras bateram recorde em 2021.

O viável, como toda política de exportação é vender o excedente, mas, como compreender mandar para fora produtos que sobem de preço no mercado nacional aumentando ainda mais a miséria do nosso povo?

Ou seja...

Abastecem o mercado externo e o interno que se exploda!

Pela primeira vez em 40 anos, o Brasil exporta mais produtos básicos do que industrializados.

E quais produtos básicos são esses?

São aqueles que não têm tecnologia envolvida ou acabamento, como minerais, frutas, grãos e carnes.

Talvez esteja aí apenas uma das explicações dos preços estratosféricos deles e de seus derivados.

Se gabar que não existe corrupção no governo como se isso fosse suficiente para matar a fome do brasileiro é tentar esconder o sol com peneira, afinal é melhor ser Rei na Mansinha do que Mendigo em Paris.

É preciso uma atitude urgente dos governantes, do contrário, o caos será instalado e as consequências imprevisíveis, até porque povo enfurecido jamais será vencido.

Essa é a minha Opinião!

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários