MDB reforça apoio a Raul filho, mas situação jurídica desperta dúvida; ex-prefeito diz que não concorrerá com liminar

Publicado em: 04 de Agosto de 2020
Foto Por: Agência Senado/Arquivo
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Ex-prefeito de Palmas, Raul Filho

Em reunião nesta segunda-feira, 3, o MDB metropolitano reafirmou a pré-candidatura a prefeito de Raul Filho, que se filiou à legenda no início do ano. A maioria dos principais caciques da sigla participou e avalizou o nome de Raul para a disputa de novembro.

 

O ex-prefeito por dois mandatos (2005-2012) não foi porque está com Covid-19, mas falou com os líderes por uma ligação telefônica conectada via bluetooth a uma caixa de som. Ele se disse confiante em que a Justiça irá liberá-lo para que possa concorrer às eleições municipais.

 

Com liminar, sem entusiasmo

Raul, contudo, avisou que não terá entusiasmo de ir para uma campanha com liminar, porque disse ser insustentável. Em 2016, foi com uma liminar que ele concorreu. “Mas estou muito confiante de que nós teremos pelos próximos 15 dias a decisão da Justiça ao nosso favor”, previu. Estou confiante que vamos reverter esse quadro.”

 

MDB é maior que Raul

No entanto, o ex-prefeito afirmou que, independentemente disso, quer “colocar aqui é que o MDB é muito maior do que o Raul e qualquer outro líder desse país”. “A sigla por si só já concorre com todos os candidatos que estão aí e que nunca passaram dos 15 pontos”, disse. “Então nós temos quadros fantásticos e, pegando para valer, nós venceremos. O que precisamos é nos autodeterminar. Nós não temos concorrentes que eu veja que tenha vantagens muito acima do que o MDB pode propor para a sociedade palmense”, defendeu.

 

Ausências sentidas

A reunião contou com a participação da deputada federal Dulce Miranda, do ex-governador Marcelo Miranda, do vereador Diogo Fernandes, do ex-deputado estadual Freire Júnior, do ex-vice-prefeito Derval de Paiva, entre outras lideranças. Foi sentida a ausência do senador Eduardo Gomes e dos vereadores Lúcio Campelo e Rogério Freitas.

 

MDB já direcionou e definiu

O presidente metropolitano, deputado estadual Valdemar Júnior, disse que já “direcionou e definiu” que terá candidatura própria ao paço municipal de Palmas, tendo o ex-prefeito Raul Filho como pré-candidato. Para Valdemar, na possibilidade de haver alguma questão jurídica que inviabilize o nome de Raul, o partido não abrirá mão de candidatura própria. “Nós teremos sim a candidatura própria, porque foi uma decisão dos filiados e dirigentes da sigla e porque acreditamos que o partido tem muito a contribuir com um grande projeto para a nossa Capital”, afirmou.

 

MDB terá, sim, candidato

A deputada federal Dulce Miranda, disse que vê a necessidade de o partido ter candidatura própria em Palmas. “O nosso pré-candidato hoje é o Raul Filho, vamos ver o que a Justiça vai decidir com relação à questão jurídica. Mas, de qualquer forma, vamos lançar, sim, um candidato pelo MDB”, destacou.

 

Raul tem nosso apoio, diz Marcelo

O ex-governador Marcelo Miranda afirmou que o MDB tem nomes fortes para concorrer em Capital, em outros municípios do interior, destacando que Raul tem todas as condições para ser o pré-candidato pela sigla. “Onde o MDB tiver condições de ter candidatura própria, nós teremos. O partido é grande e forte no Estado. Aqui em Palmas o nosso pré-candidato a prefeito é o Raul Filho. Estamos confiantes, ele tem o nosso apoio, e ele já deixou claro para todos nós, com relação à questão jurídica, de que se for para ser candidato por meio de liminar da Justiça, ele não será. Isso já é uma grandeza por parte de sua pessoa. Lembrando que nós também temos que preparar os companheiros de partido, para uma eventual mudança de nome, se assim for necessário”, alertou Marcelo.

 

Palmas só tem a ganhar com Raul

Derval de Paiva, que foi vice-prefeito de Palmas junto com Raul, disse que conhece muito bem o pré-candidato. Derval disse que o governo do ex-prefeito na Capital, “atingiu todos os campos na administração pública, deixando uma boa marca e bons resultados”. “Não tenho dúvida nenhuma de que Raul, liberado pela Justiça para ser candidato, será o melhor nome. É difícil ter um melhor do que ele, com mais potencialidade de eleitores. Raul é popular, é uma pessoa do bem. Palmas só tem a ganhar com ele na prefeitura”, defendeu o emedebista histórico.

 

É forte

O ex-deputado Freire Júnior, disse que o nome de Raul “é forte”, mas que “é preciso ter a garantia de que ele será liberado [pela Justiça]. “Se Raul puder ser pré-candidato, ele será o pré-candidato do partido. Se não puder, o partido terá outro nome”, avisou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.