Milton Neris estranha a Prefeitura de Palmas ter feito apenas 6 testes no Laboratório Municipal em um dia

Publicado em: 04 de Junho de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Ascom

Na sessão da Câmara de Vereadores de Palmas nesta terça-feira, 02, o vereador Milton Neris (PDT) disse que é uma vergonha que Palmas só tenha feito apenas 6 testes em um dia no Laboratório Municipal e só disponha – conforme divulgado por ela mesmo – de apenas 20 leitos de UTI para atendimento a pessoas com o novo coronavírus na rede pública para uma população de quase 300 mil habitantes.



Na rotina de exames de domingo, nos laboratórios públicos e privados de Palmas, foram realizados 37 testes. O Laboratório Central de Estado (Lacen) fez 30 exames, descartando 20 casos e confirmando 10 resultados. Apenas um teste foi realizado em laboratório particular, com resultado positivo. Já o Laboratório Municipal de Palmas realizou apenas seis exames.



"Mas que vergonha, a prefeita informar que adquiriu 10 mil testes e ter recebido outros 15 mil do Tribunal de Justiça e aplicar só meia dúzia em um único dia. Por ser domingo? Como se o vírus folgasse aos finais de semana", avaliou.



Transmissão comunitária



Outro ponto abordado por Milton Neris é o fato de Palmas ter ultrapassado os 640 casos confirmados, e a Vigilância Epidemiológica admitir que 42% das pessoas já foram contaminadas por meio de transmissão comunitária.

 

Segundo ele, se a transmissão comunitária é tão grande, e por ser comunitária deve aumentar mais ainda, a Prefeitura deveria começar a testar sintomáticos, não somente os casos graves, mas também os leves e moderados, e os assintomáticos que tiveram contato com doentes. Ampliar a disponibilização de testes para a população, em sua opinião, é medida preventiva.



Para ele, por falta de testagens mais rigorosas, pessoas assintomáticas espalham, sem saber que estão infectadas, a Covid-19 na Capital. "Ampliar a testagem é importante para a própria gestão, que parece jogar contra ela mesma, para a avaliação da velocidade de expansão do vírus ao longo do tempo e ser mais certeira na prevenção de novos casos", sugeriu.



Neris questionou a gestão municipal ainda o fato dela não ter adquirido ainda uma UTI Móvel, após 70 dias de pandemia. "Ter somente 20 leitos na rede pública, e contar com os leitos da rede particular, não é motivo de se vangloriar. O cidadão é atendido pelo SUS, não tem como pagar uma fortuna para ser internado na rede privada", argumentou.



Segundo o pedetista, a população está em casa com medo, e esse medo inclui o temor de ser infectada e não dispor de atendimento. "Não vejo ações concretas no combate à pandemia em Palmas. O Brasil nem atingiu o pico na curva de doentes, e Palmas nem metade da curva de subida", analisou o parlamentar, solicitando que a Câmara de Vereadores tome medidas mais enérgicas e cobrar tanto da prefeita como do COE (Centro de Operações de Emergência em Saúde) suas responsabilidades. "Cadê o planejamento, não vale cobrar ou culpar apenas a população pelos novos casos", advertiu.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.