Sábado,
25 de Junho de 2022

Projeto de RIs de embalagens vazias de agrotóxicos encerra o primeiro semestre com 15,1 mil embalagens devolvidas

A Adapec é parceira no projeto de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas

Autor: Welcton de Oliveira / Governo do Tocantins

Fonte: Ascom

Publicado em 17 de Junho de 2022 (Atualizado Há 1 semana atrás)

Legenda: Pequenos e médios produtores rurais devolveram embalagens vazias de agrotóxicos em 10 municípios do Estado.

Autor da Foto: Juliano Milhomem  

O projeto de Recebimento Itinerante (RI) de embalagens vazias de agrotóxicos encerrou as ações do primeiro semestre com um saldo positivo de devolução nas dez edições que foram realizadas. Pelos dados divulgados nesta quarta-feira, 15, pela Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) foram devolvidas 15,1 mil embalagens beneficiando diretamente cerca de 350 pequenos e médios produtores rurais.

Na região do Bico do Papagaio onde foram realizadas sete das dez edições do semestre foram devolvidas 10.900 embalagens, um número que superou as expectativas dos órgãos que são parceiros no projeto. "Nossa meta aqui na região era receber cerca de 7 mil embalagens e alcançamos um número bem superior, mesmo após dois anos sem ações do projeto por causa da pandemia, os produtores rurais atenderam nosso chamado e retiramos este passivo do campo," destacou a supervisora da área vegetal da regional da Adapec de Araguatins, Érica Caitano.

O gerente de inspeção vegetal da Adapec, Carlos César Barbosa disse que no segundo semestre estão programadas a realização de mais onze edições do projeto em outras regiões do Estado. "O RI é um projeto que vem dando certo no Tocantins, e por isso, estamos ampliando junto com os demais órgãos parceiros, o número de municípios e regiões beneficiadas a cada ano," ressaltou Carlos César.

Parceiros do RI

São parceiros do projeto: o Governo do Tocantins por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), a Central de Silvanópolis dirigida pela Associação dos Revendedores de Insumos Agropecuários de Porto Nacional (AREIA), a Central de Pedro Afonso administrada pela Associação das Revendas de Insumos Agropecuárias do Médio Norte Tocantinense (ATRIA), a Central de Imperatriz – MA conduzida pela Associação do Comércio de Insumos Agropecuários da Região Tocantina (ACIART), sindicatos rurais e prefeituras.

Calendário do 2º semestre

Itacajá - 25 de agosto

Dianópolis - 25 de agosto

Araguacema - 30 de agosto

Dois Irmãos - 31 de agosto

Itaporã - 05 de outubro

Araguaçú - 08 de outubro

Pequizeiro - 13 de outubro

Colinas - 25 de outubro

Xambioá - 24 de novembro

Muricilândia - 25 de novembro

Santa Fé – 26 de novembro

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários